11 de setembro de 2017

Quanto tempo até a Segurança Financeira?

"The best road to progress is freedom's road" 
(John F. Kennedy)

Olá prezados leitores, tudo bem? Hoje eu irei apresentar uma planilha elaborada pelo Daniel Nigri do canal do youtube Dica de Hoje, sendo que esta planilha é paga através do seu site. Eu recomendo este canal, pois há vários tópicos interessantes que ajudam o pequeno investidor a tomar suas decisões.

Como vocês sabem, atualmente eu busco a desalavancagem financeira através da quitação do meu financiamento imobiliário. Com a expectativa da Selic em 7,25% até o final do ano (fonte), vejo como fundamental a quitação da dívida para aumentar a minha capacidade de aportes no futuro.

Uma vez que eu alcance a liberdade de qualquer tipo de dívida, eu posso buscar etapa da Segurança Financeira, no qual todas as minhas despesas básicas serão cobertas pela renda passiva. Como nós somos investidores orientados ao futuro, me surgiu a segunte pergunta: Quanto tempo até a Segurança Financeira?

Este exercício de futurologia é quase impossível de acertar, mas em vez de buscar um número mágico como abordou o nosso colega blogueiro Finansferas ou calcular o montante necessário para realizar a Taxa Segura de Retirada (TSR) abordada pelo André Azevedo do blog Viagem Lenta, eu penso que cada decisão que eu tomo hoje aumenta ou diminui o meu prazo até chegar a segurança financeira.

Na minha opnião não é muito recompensador ficar pensando em forma de percentual considerando o patrimônio atual e o tal "número mágico". Por exemplo: Com um patrimônio de 400k e o número mágico de 2kk, já foi alcançado 20% da caminhada durante 4 anos de aportes, entretanto o tempo restante é muito menor pois o crescimento dos juros compostos são mais perceptíveis após um período maior de tempo. O maior exemplo disso é o nosso colega Viver de Renda, onde planejou se aposentar ao 42 anos e chegou lá com 35 anos (fonte).

A planilha do Juros x Aposentadoria, que é bem simples, pode ser obtida aqui. Você deve preencher o aporte mensal, o valor investido inicial, a renda mensal desejada, a taxa anual de retorno e a inflação do período.
Quanto tempo até a Segurança Financeira?
No meu caso particular, estou considerando uma taxa de poupança de 50% com uma taxa real de crescimento do portifólio em 5,77% , ou seja, é uma meta bem conservadora pois desde quando eu comecei a controlar o meu portifólio de investimentos eu obtive o retorno nominal de 1,38% ao mês ou 17,88% ao ano. Além disso, sabemos que a rentabilidade passada não é garantia de nada no futuro.

E o que significa estes 98 meses (8,16 anos) que a planilha me informa? Basicamente, é uma métrica que me possibilita entender se estou me afastando ou me aproximando dos meus objetivos. Na prática é só um número que não tem muito impacto no meu dia-a-dia, pois as únicas variáveis que eu tenho controle são: Aporte Mensal e o Valor Investido.

Outro ponto interessante nesta planilha é que o valor do aporte se torna irrelevante sobre o montante do capital quando este for menor 0,5% conforme já foi explicado pelo Mestre dos Dividendos. Quando este momento chegar é necessário mudar a mentalidade de acumulação para utilização dos recursos disponíveis.

E quando esse dia chegar, o que você vai fazer Aportador? Bom, inicialmente eu pretendo diminuir gradativamente a minha taxa de poupança durante um período e fazer outras atividades fora da minha área de formação possivelmente em outros países tais como: viver de música, fazer novos cursos, desenvolver novas habilidades, continuar ajudando o próximo, passar mais tempo com a família, ser dono do meu tempo, empreender, etc.
Gráfico que mostra o poder dos juros compostos
Além disso, quando este dia chegar eu terei cerca de 40 e poucos anos de idade e espero que ter saúde suficiente para viver experiências interessantes com as pessoas que escolhi para o meu convívio. Para mim, a liberdade financeira significa realmente isso e não um número a ser alcançado daqui a 80, 100 ou 120 meses.

E para você prezado leitor, falta muito tempo? Há algo que pode ser feito hoje que você está deixando para amanhã?

Grande abraço, até a próxima.

24 comentários:

  1. Aportador,

    Muito bom, parabéns! Vai chegar lá antes dos 8 anos. A gente sempre é muito conservador nos números.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande BPM,

      Realmente a gente costuma ser bastante conservador na hora de estimar o futuro. Acredito que os juros reais no Brasil irão baixar a níveis mais próximos dos países em desenvolvimento da América Latina (de 1% a 2%).

      Grande abraço.

      Excluir
  2. Fala Aportador!
    Baseado nas histórias de muitos que vemos nos blogs de finanças pelo mundo, nossos planos quase sempre são muito conservadores. Parece que o universo conspira a favor das pessoas atingirem a IF mais rapidamente, se elas realmente tiverem isso como prioridade.
    Estou numa situação similar a sua. Os planos apontam para 7 anos até a IF. Veremos! Que chegue mais rápido para todos nós, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Finanças Cotidianas,

      Você tocou em um ponto fundamental: ter a IF como prioridade. Se não tivermos foco nos nossos objetivos, dificilmente chegaremos lá.

      Espero que em 7 anos possamos chegar lá, grande abraço.

      Excluir
  3. Grande Aportador. Excelente post. É sempre muito bom podermos discutir esse assunto e vislumbrar as diversas maneiras de calcular os valores necessários para atingir a IF. Achei muito interessante a métrica dessa planilha e por coincidência ou não bateu muito próximo do meu número mágico e do meu prazo estipulado. Pela sua planilha: de 7 a 8 anos. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Finansfera,

      O interessante é analisar que este plano não é estático, pois serve como uma bússola indicando se estamos nos aproximando ou nos afastando do alvo.
      Pelo andar da carruagem, grande parte da blogosfera financeira irá ser alcançar a IF daqui a 7 a 8 anos. Grande abraço.

      Excluir
  4. Fala Aportador,

    Achei massa esse post. Não estou conseguindo baixar a planilha da aposentadoria. Poderia verificar?

    Espero me aposentar em menos de 10 anos rsrs

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve BnA,

      O link da planilha é https://docs.google.com/spreadsheets/d/1-LgxPpwGvvcU2-AViQB3oY0T8jAcx3R_1g6Y8SfDiP0/. Se tiver problemas me manda um email para oaportadorfinanceiro@gmail.com

      Abraço.

      Excluir
  5. Fala Aportador

    Luto com todas as forças para nunca me aposentar daquilo que tenho prazer de fazer. Em relação a necessidade de trabalhar *obrigatoriamente* em ocupações que em nada agregam, estas sim merecem todo o planejamento possível dos membros da finansfera para encerrá-las o quanto antes.

    O tempo é o maior ativo que um homem tem ao longo da sua vida. Ao contrário do dinheiro, ele é finito, portanto devemos tratá-lo com prioridade.

    Abs amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Termos Reais,

      Definitivamente o tempo é maior ativo que possuimos ao longo da vida. Eu me lembrei deste artigo do Pedro Cerize: "Quanto você vale?" (http://tobaldini.blogspot.com.br/2017/07/quanto-voce-vale.html)

      Devemos sempre fazer a melhor alocação do ativo tempo. Grande abraço!

      Excluir
  6. Olá Aportador!

    A conclusão que chegou ("eu penso que cada decisão que eu tomo hoje aumenta ou diminui o meu prazo até chegar a segurança financeira") é exatamente o que coloco na minha planilha. Lá vc pode modificar seus planos e gastos anuais (decisões), setar sua taxa real de retorno e verificar quando chegará em sua liberdade financeira. Estamos juntos nessa ideia! :)

    Agora, uma opinião... 5,17% reais ao ano só vai rolar com uma alta alocação em renda variável. Esperemos que os próximos anos seja um bullmarket constante, pois é difícil no curto prazo (para mim 8 anos são curto prazo em RV) bater o martelo em algo.

    O rendimento em RV geralmente supera bem esse número, mas isso é mais verdade quanto maior o prazo analisado.

    Por falar nisso, coloquei alguns estudos sobre RV x RF na postagem de hoje no blog. Aparece lá para checar!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande André,

      Sem dúvida a sua planilha é muito mais completa, mas esse plano é flexível. A taxa de retorno real é sem dúvida a variaǘel mais difícil de estimar.

      Realmente, considerar 5,17% de retorno real é muito influenciado pela recency bias (onde os resultados recentes influenciam a tomada de decisão para longo prazo).
      Analisando o ranking de taxas de juros reais mundiais em Setembro de 2017 (http://moneyou.com.br/wp-content/uploads/2017/09/rankingdejurosreais050917.pdf) o Brasil encontra-se em terceiro com cerca de 3% de juros reais.
      Outra variável seria a equity risk premium do mercado america como benchmark para o retorno do protifolio (http://www.market-risk-premia.com/us.html) que varia entre 3% a 4% na média.

      Desta forma, pretendo aumentar consideralvemente a minha alocação em renda variável pois acredito que estamos iniciando um ciclo longo de taxas de juros reais mais baixas.
      Eu li a sua postagem, você escreve de forma clara e objetiva. Gosto muito dos seus artigos e costume relê-los frequentemente.

      Grande Abraço.

      Excluir
  7. Gostei desse post! Muito bom! já baixei a planilha. Continue trazendo conteúdos bons assim por favor. Abraços e muito obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Senhor Bufunfa,

      Apenas tento buscar artigos interessantes que aprendo através da blogosfera e apresento aqui fazendo uma reflexão de como isso agrega valor a minha estratégia.

      Grande Abraço.

      Excluir
  8. Olá Aportador!

    Eu preciso buscar fontes de renda (ou empreender) para aumentar meus aportes. Em minhas contas, levarei mais de 10 anos... Mas posso estar sendo conservador também (tomara rs)

    Sobre TSR, postei no blog um estudo que achei sobre os mercados emergentes

    http://investidoringles.blogspot.com/2017/08/taxa-segura-de-retirada-tsr-mercados-emergentes.html

    Confere lá!

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Inglês, desculpe não ter respondido antes pq estou de férias.

      Eu também estou sendo conservador na minha estimativa, porém este estudo que vc abordou é bem interessante.
      Mas fazer all-in renda fixa no Brasil com TSR de 7% como você relatou naquele estudo de referência é altamente improvável de se repetir. Acredito que o Brasil terá um desempenho semelhante a Mexico, Peru e Chile com uma TSR de 3 a 4% com muito peso em Renda Variável.

      Grande abraço

      Excluir
  9. Fala aportador, excelente post, o meu ainda vai demorar um pouco, mas estou buscando melhorar a capacidade dos meus aportes para me aproximar cada vez mais do objetivo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Maromba,

      Independentemente do tempo que vc irá levar, invista sempre no seu crescimento pessoal, busque sempre aprender mais.
      Considere a planilha da postagem como um bússola que faz com que você posso medir se está se afastando ou se aproximando do seu objetivo.
      Grande Abraço

      Excluir
  10. Prezado, incentivado pelo seu blog, assim como alguns outros, criei meu próprio:

    https://aportadorindeciso.blogspot.com.br/

    Estou iniciando agora, mas já é possível acompanhar meus investimentos.

    Muito Obrigado por vosso conteúdo, espero vê-lo no meu blog.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Aportador Indeciso,

      Seja bem-vindo a blogosfera de finanças. Te desejo muito sucesso na sua caminhada.

      Abraço

      Excluir
  11. Eu vinha pensando em forma de percentagem e número mágico. Angustiante. Daí preenchi sua planilha que fornece o tempo. Angustiante também ! Vem logo, IF ! Só uma coisa, tem que levar em conta que suas despesas vao crescer quando ficar mais velho, entao pela planilha vc pode atingir a IF em 10 anos (pelo patamar de hoje) mas voltar pra corrida dos ratos em 20 anos (despesas crescente nao mais cobertas totalmente pela renda passiva). Das planilhas que vc citou a minha preferida é a do Viagem Lenta pois ali vc pode incluir esse fator nas contas. A minha também usa essa abordagem. Dá um trabalhão mas estamos falando de uma baita decisão de vida, tem que ser muito bem pensada. A gente chega lá ! Abs e parabens pelo blog !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Vagabundo,

      Depende da maneira como vc encara essa trajetória até a IF. No meu caso eu não acho angustiante pq estou sempre aprendendo, fazendo planos e alcançando metas. Eu tenho certeza que mais cedo ou mais tarde chegaremos lá mantendo o foco é a disciplina.

      Valeu pela força e parabéns pelo seu blog também. Grande abraço

      Excluir
  12. Fala Aportador!

    Obrigado por compartilhar a planilha, facilita em muito o esforço de projeções. Vou passar a empregá-la. Da minha parte, o desafio para reduzir o percurso até a IF será a capacidade de manter aportes nos mesmos patamares atuais. Vamos ganhando terreno aos poucos..

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Mascada,

      Sem dúvidaa capacidade de aportes é principal variável que está sobo nosso controle. O importante é conseguir medir os esforços para sempre ganharmos terreno aos poucos.

      Grande Abraço.

      Excluir