9 de junho de 2017

Investir ou Pagar Financiamento Imobiliário?

“Stop being chained down by bad credit I have the key to set you free...” 
(Tyler Gregory)

Olá prezados leitores, tudo bem? Hoje irei abordar um tema bastante comum na blogosfera financeira: se vale a pena investir ou pagar o financiamento imobiliário. Nesta postagem pretendo utilizar valores reais, pois no mês que vem terei uma receita não recorrente e gostaria da opnião de vocês sobre este tema.

Em primeiro lugar devo informar que utilizei boa parte dos recursos acumulados no início da minha carreira para pagar este apartamento, visto que nunca gostei de estar endividado. Atualmente há ofertas de venda no site da OLX de um apartamento no mesmo prédio na faixa de R$ 520k até R$ 580k e sei que por menos de R$ 500k eu não venderia (quando comprei o valor foi de R$ 330k). Vamos considerar os valores dos dois últimos meses conforme a figura abaixo: 
Duas últimas parcelas do Financiamento Imobiliário
No mês de Maio/2017 foi pago R$ 905,90 de amortização, entretanto no mês seguinte o saldo devedor diminuiu apenas R$ 857,57, ou seja, além de pagar em Maio/2017 cerca de R$ 442,50 de juros,seguros e taxas ainda tive R$ 48,33 de aumento do saldo devedor reajustado pela TR que consta no contrato da Caixa Econômica de 0,08% ao mês.   Ficou complicado de entender? Fiz uma planilha que simula o reajuste das parcelas utilizando o sistema de amortização SAC.

Sabendo que a taxa de juros contratual do financiamento é 8,5% ao ano e os títulos pré-fixados do Tesouro Direto (LTN 2023) pagam 10,77% ao ano bruto, a pergunta é : Vale a pena amortizar o financiamento? Qual é o rendimento mínimo da aplicação para ganhar do financiamento imobilário?

Para efetuar este cálculo corretamente é necessário calcular a Taxa Interna de Retorno (TIR), devo agradecer ao leitor Maverick que me alertou sobre o erro no cálculo executado anteriormente. A Taxa Interna de Retorno é a taxa de juros (desconto) que iguala, em determinado momento do tempo, o valor presente das entradas (recebimentos) com o das saídas (pagamentos) previstas de caixa. Em um financiamento, você recebe o valor do Saldo Devedor (entrada) no 1º mês (R$ 56.367,77) e vai pagando mensalmente (saídas).  
Taxa Interna Retorno em Junho de 2017
Como podemos observar, o rendimento mínimo para a aplicação ganhar do financiamento imobiliário é de 10,34% ao ano líquido, fazendo uma comparação com o título prefixado LTN 2023 no mesmo período (De Junho/2017 até Julho/2022) foi obtida a rentabilidade líquida de apenas 9,17%. Simulando os mesmo valores na Calculadora do Tesouro Direto com a Taxa de Compra de 12,08% ao ano, foi obtida a taxa líquida de 10,34%, com o valor líquido de resgate de R$ 92.720,99. Desta forma, a diferença seria de R$ 4.850,72 a favor de quitar o financiamento.

E se eu resolvesse amortizar R$ 4.000,00 do saldo devedor para diminuir o prazo, o resultado seria diferente? Considerando a Calculadora de Amortização do blog Educando o Seu Bolso é possível analisar os novos valores do financiamento:

Taxa Interna de Retorno após Amortização de R$ 4000,00
Após amortizar o saldo devedor em R$ 4.000,00, percebemos que o prazo diminuiu 7 meses (até Dezembro/2021), porém a taxa de juros equivalente permaneceu em cerca 10,77% ao ano, enquanto o investimento em títulos públicos obteve apenas 9,13% ao ano de rentabilidade líquida.

Conclusão


Como podemos perceber, é vantajoso diminuir os aportes para quitar antecipadamente o financimento imobiliário. Além disso, ao quitar esse financiamento eu teria uma redução de R$ 1343,00 nas minhas despesas mensais, além de deixar de pagar mensalmente cerca de R$ 450,00 em juros/seguros/taxas.

Outro ponto relevante é o fato de você se tornar livre de dívidas, principalmente como diria o Frugal Simples: Quem entende de juros, recebe, quem não entende paga.

E você prezado leitor, o que você faria no meu lugar? Investiria ou pagaria o financiamento imobiliário?

Grande abraço, até a próxima.

Observação: Caro leitor, se você identificar algum erro na planilha de simulação do financiamento, por favor me informe nos comentários.




60 comentários:

  1. Estou numa situação muito parecida, com valores muito parecidos. Contudo, eu decidi quitar o financiamento pela sensação de liberdade que ela vai me gerar, inclusive me permitindo assumir riscos um pouco maiores nos investimentos por não ter o "compromisso" e por não estar sujeito a TR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLá Anônimo, obrigado pela visita.

      Realmente a sensação de liberdade é um fator muito importante. Além disso, com a queda recente da taxa SELIC a vantagem de estar alavancado (com financiamento) deixa de ser vantajosa. Vou aproveitar as receitas não recorrentes para diminuir o saldo devedor.

      Abraços.

      Excluir
  2. Pelo que vi praticamente está empatado. A taxa selic tem previsão para ser menor e chegar até os 8,5% em 2021 segundo os analistas. Se for fazer esse cálculo tirando o IR o rendimento será menor.

    Se você tiver o dinheiro acho que seria melhor pagar tudo de uma vez. Ficar livre de prestações é muito bom. Experiência própria.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cowboy,

      Eu prefiro não contar muito com estas previsões até 2021, pois em 2018 tem eleição e as regras eleitorais continuam as mesmas, ou seja, existe um risco potencial dos partidos de esquerda voltarem ao poder e as reformas estruturantes não passarem no congresso.

      Eu até poderia quitar boa parte do financiamento, mas na hora de fazer as contas eu cheguei a conclusão que vale mais a pena manter investido os recursos. Meus cálculos podem estar errados, por isso compartilhei isso com vocês.

      Por outro lado, fico imaginando o momento de me livrar dessa dívida. O que grande parte da blogosfera busca é uma forma de liberdade e se livrar das dívidas é grande passo.

      Grande Abraço.

      Excluir
  3. A quitação antecipada resultaria no aumento de aportes em investimentos. Não é uma variável de fácil mensuração, mas entendo que deve ser considerada.

    Pensar a quitação com sendo a compra de uma dívida. Continua pagando o empréstimo, mas para si mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Charlito, obrigado pela visita.

      Nunca tinha pensado dessa forma, pensar na quitação como a compra de uma dívida. Analisand por este ponto de vista, é realmente vantajoso quitar antecipadamente.

      Grande Abraço.

      Excluir
  4. Racional Investe
    Emocional = Quita

    Como disse nosso amigo charlito , difícil mensurar este calculo corretamente.

    Boa sorte em sua jornada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, pelo emocional, por ter a sensação de se ver livre da dívida, o ideal seria quitar. Agora, pelo lado racional, em termos financeiros não há muita vantagem em quitar o empréstimo e você poderia trabalhar com o dinheiro do banco. É uma questão bem pessoal. Abraço,

      Excluir
    2. É verdade Mestre e Finansfera,

      Quanto mais o emocional entra na conta, pior é o resultado. O racional me diz pra continuar investindo deixando os juros compostos trabalharem.

      Além disso, quando eu assinei o contrato em janeiro de 2013 a taxa Selic estava 7,25% ao ano. Estou mais propenso a continuar aportando.

      Grande abraço

      Excluir
  5. Acho que o custo de oportunidade deve entrar na conta tb.
    Maiores aportes, maiores juros, mais tempo de juros compostos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Enriquecendo, obrigado pela visita.

      Nesse caso, o custo de oportunidade é grande. A minha vontade é aumentar os aportes para ter mais juros compostos e chegar mais rápido na IF. Depois de todos estes comentários acredito que investir vale mais a pena do que quitar o financiamento

      Grande abraço

      Excluir
  6. Aportador, em que pese, matematicamente pareça ser mais vantajoso investir do que quitar o AP, ficaria com a última opção, apenas por segurança.
    A questão futura é probabilística (sempre o é). Em que pese esteja a seu favor, é Brasil... ou seja, pode virar a qualquer momento. Em verdade não temos aquela ampla segurança de que seria possível, numa emergência, utilizar esses valores aplicados para imediatamente quitar o imóvel.

    O imóvel quitado te deixa livre e diminui a sua despesa mensal. Além disso, caso resolva vender, é sempre mais rápido e barato se já estiver quitado.
    Ademais, caso tenha herdeiros, você facilita tudo, caso alguma eventualidade lhe ocorra. Ainda que não falemos em morte, um problema de saúde severo pode gerar problemas no pagamento do imóvel (oremos para que não).

    Excelente estudo! Parabéns!

    Abc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá FPI, obrigado pela visita,

      Realmente é uma decisão que envolve fatores racionais e emocionais. Depois do abordado aqui, irei amortizar gradativamente de forma a não impactar o aporte mínimo do mês. Além disso ao estabelecer a meta de aportes do ano (90k), não considerei a quitação antecipada do financiamento. Ainda não tenho herdeiros e não penso em vender o imóvel por enquanto, mas estes aspectos podem se tornar relevantes no futuro.

      Estou sempre analisando, fazendo as contas para tomar a decisão mais racional, sem me deixar levar pela emoção.

      Grande Abraço.

      Excluir
  7. Olá Aportador,

    Realmente vc contratou essa dívida em condições vantajosas.
    No meu caso sempre utilizei minhas receitas não recorrentes para quitar a dívida, pensando em aumentar os aportes no futuro.
    Eu utilizava TIR para comparar os dois fluxos de caixa com amortização e outro com aportes. Sempre optei pela amortização com esta avaliação, mas a taxa contratada na época pesava contra mim.
    Sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Janota, obrigado pela visita.

      Realmente a análise utilizando a TIR é interessante quanto não se tem o valor para quitar o financiamento, além disso a taxa e o tempo do contrato influencia bastante no resultado.

      Em Janeiro de 2013 quando eu assinei o contrato em 10 anos, a taxa contratual era 8,5% ao ano podendo chegar a 7,5% se tiver um relacionamento com o banco. Eu pretendo utilizar as receitas não recorrentes para amortizar aos poucos, mas sempre mantendo a meta mínima de aportes (40% de taxa de poupança).

      Grande abraço.

      Excluir
  8. Boa noite amigo. Achei estranho seu cálculo. Acho melhor comparar a tir (tr + 8,5%) com taxa fixa hoje. Vc tem q levar em conta o imposto de renda sobre os juros tb de pelo menos 15% sobre os ganhos (0,85 x 10,77%), o q nos níveis atuais vai favorecer a amortização no lugar da aplicação.

    Abs
    Maverick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maverick, realmente você está correto.

      Ao refazer as contas utilizando a Taxa Interna de Retorno, o rendimento mínimo da aplicação tem que ser maior que 10,77% ao ano. Vou refazer a postagem atualizando os cálculos.

      Muito obrigado pela ajuda, grande abraço.

      Excluir
  9. Aportador,

    Parabéns pelo post. Moro na Arabia porem tenho um apartamento financiado no Brasil. Estava com duvidas se iria quitar ou investir a grana, mas provavelmente vou quitar, como voce bem explicou. Da uma passada no meu blog, mostro o dia a dia de viver no Oriente Medio e tambem minhas estratégias para a independência financeira. Seu blog esta na minha blogroll.

    Abracos

    Um brasileiro na Arabia,
    http://brasileironaarabia.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Brasileiro na Aŕabia,

      Eu gostei do seu blog, parabéns pela jornada. Te desejo muito sucesso.

      Já adicionei o seu blog também.

      Abraços.

      Excluir
  10. Aportador,

    Assunto bem pessoal e subjetivo quando se trata dos motivos sobre quitar ou não. Além do valor calculado matematicamente ainda há valores intrínsecos e subjetivos como a sensação de não ter dívidas.

    Eu tenho o mesmo dilema. Meu financiamento é de 7,7% efetivo total ao ano. A diferença é que está alugado e investi o dinheiro não em renda fixa como você mostrou, mesmo sabendo que seria o mais justo para cálculos mas eu coloquei em vários outros produtos que me rendem porcentagens maiores do que se estivesse em renda fixa.

    Quanto ao sentimento de não ter dividas eu fico mais confuso ainda kkkkk. As vezes penso que o dinheiro pra quitar estando em investimentos é melhor do que quitar. Vem aquela sensação de estar recebendo de aluguel 1,2% do saldo devedor e o dinheiro que tenho para quitar aplicado rendendo mais ou menos 1,2% também.

    Mas eu sei que se a SELIC cair mais ainda vai ser vantajoso quitar mas.... como também conheço meu Brasil, duvido muito que continue caindo até patamares europeus ou americano então, vou aguardando mais um pouquinho pra decidir.

    Ótimo assunto, acompanhando as opiniões.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá BPM,

      Realmente é um decisão muito pessoal, mas deve-se tomar a decisão mais racional. Se você tem um imóvel alugado e utiliza a renda para investimento é diferente. No meu caso eu moro no imóvel e considero que a quitação antecipada irá me proporcionar um aumento nos aportes.

      Eu vou buscar diminuir o saldo devedor para ficar livre das dívidas, sendo que daqui a mês a SELIC voltará a ter somente um dígito. Eu irei atualizar aqui no blog quando for amortizando o financiamento.

      Grande Abraço.

      Excluir
  11. Esse post veio na hora certíssima para mim, vou ter que tomar essa decisão daqui a alguns meses e fiquei fazendo vários cálculos do que compensava mais: onerar alguns aportes ou alguma renda extra para amortizar no financiamento ou investir.

    Com a sua postagem e minhas análises, fiquei mais seguro em tomar uma decisão, em especial pelo "risco Brasil" e a segurança do imóvel quitado.

    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Investidor Precoce,

      Gostaria de parabenizá-lo pela sua trajetória, um exemplo para todos da blogosfera. Eu acho que na hora de tomar a essa decisão entre amortizar o financiamento ou investir nós devemos ser o mais racional possível. Os juros irão cair para um dígito no final de julho/2017 e não tem aplicação que renda mais do que 10,77% livre de impostos (o custo do meu financiamento é essa taxa).

      Além disso, estarei me tornando livre de dívidas, proporcianando um aumento do aporte no futuro. Faça as contas e boa sorte na sua decisão.

      Abraço.

      Excluir
  12. Boa tarde! comprei um imovel no valor de 145,000 dei 15,000 de entrada, com parcela de inicialmente de 1.300, decrescendo total de 35.000. estou pagando faz 4 anos, não vejo o valor inicial mudar, estou com 40.000 de rescisão, melhor aplicar ou dar esse valor para derrubar as parcelas do financiamento. Grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcos Dionísio, obrigado pela visita.

      É importante identificar quanto deste R$ 1300 de parcela mensal é de juros/taxas e quanto é de amortização da dívida.
      No seu caso que recebeu a rescisão, eu recomendaria cautela nesse momento. Se eu estivesse no seu lugar eu manteria estes 40 mil reais como um colchão de segurança até me recolocar novamente no mercado.

      Uma vez que esteja com capacidade de aporte restabelecida, eu iria amortizando parcialmente o financiamento de maneira a diminuir o prazo do financiamento. No meu caso especificamente, ao fazer as contas na planilha disponizada, os investimentos no tesouro direto rendem menos que os juros do financiamento. Desta forma resolvi amortizar parcialmente.

      Sucesso.

      Excluir
    2. Grato, pela rápida resposta, vou seguir orientação.

      Excluir
  13. Bom dia, tenho um imóvel financiado, com juros de 7,16, atualmente locado pelo valor da prestação (R$1100). Meu saldo devedor é de 120.000 reais. Consegui levantar este valor, porém a minha dúvida é se aplico em investimento de renda fixa, tendo em vista que não vou necessitar deste valor a médio prazo, deixando o imóvel se pagando com o aluguel ou se quito o imóvel. Saliento que esta renda do aluguel seria extra e provavelmente investida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLá Nanda, obrigado pela visita.

      Para respondermelhor a sua peergunta é necessário ter algumas informações: Qual o prazo restante do financiamento? Quanto do Valor da Prestação (R$1100,00) é amortização do saldo devedor? Estas informações servem de parâmetro para calcular a Taxa Interna de Retorno do financiamento que há na planilha.

      No seu lugar, eu usaria um parte para diminuir saldo devedor com redução de tempo, alocaria parte em renda fixa e parte em fundos imobiliários. Lembre-se de ter uma reserva de emergência para cobrir as despesas de financiamento caso o imóvel fique vago.

      Grande Abraço.

      Excluir
  14. Olá aportador. Tem um financiamento de 175k em 420 meses. Atualmente estou na parcela 60. Recebi uma herança no valor de 30k e gostaria de saber se é melhor investir e deixar render no TD ou amortizar a dívida. O juros do financiamento são de 7,5%. Atualmente pago 1500 mensais, sendo que apenas 450 é amortização. O restante é juros. Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Flávio,

      Se você já possui uma reserva de emergência eu acho uma boa idéia amortizar esse financiamento agora já que a Selic está na casa do 7%.

      Eu tambem estou amortizando gradativamente o meu financiamento.

      Boa sorte e grande abraço.

      Excluir
  15. Olá, apontador.

    Tenho um financiamento com o saldo devedor de R$ 121.009,95 com 210 parcelas em aberto, com a taxa de juros de 0,572 a mês, com o seguro e outras taxas no valor aproximado de R$ 50,00.

    Hoje a parcela está no valor de R$ 1.300, o apartamento está alugado com o valor de aluguel de R$ 600.

    Possuo um total de R$ 23.000, gostaria de sua opinião se vale a pena utilizar esse valor para quitação do apartamento, e qual é melhor forma de quitação: no valor da parcela ou no prazo do financiamento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Unknown,

      A sua taxa está muito boa, pois 0,572% ao mês é cerca de 7% ao ano.
      Uma dúvida que surgiu é : Dos R$ 1300,00 da parcela quanto é amortização do principal da dívida? Exemplo: Minha parcela é 1300, mas 900 é a amortização, o resto são as taxa e juros da dívida.

      Como você tem um prazo distante e um taxa boa de financiamento eu primeiro montaria uma reserva de emergência para ter capital caso haja vacância no apartamento alugado, ou seja, caso o apartamento fique vazio.

      A resposta depende do quanto é o valor da amortização mensal porque se o aluguel (R$ 600,00) for superior as taxas+juros do valor da parcela eu não quitaria antecipadamente. Caso contrário, se o valor da amortização for menor que R$ 700 (1300-600) eu quitaria com redução de prazo até o valor da amortização for maior igual a R$ 700,00.

      O racioanl desta estratégia é: O valor do aluguel aumenta com o tempo e os custos do financiamento vão diminuindo a cada mês de forma que o aluguel se torne superavitário.

      Grande abraço.

      Excluir
    2. Olá, apontador.

      Muito obrigado pela resposta, abaixo a composição da parcela. Com relação a quitação na prazo do financiamento, gostaria de saber como funciona, os juros são recalculados? A queda da taxa Selic pode influenciar de alguma forma?

      Juros/Correção do Mês (R$): 668,43 (51,79%)
      Amortização do Mês (R$): 571,00 (44,24%)
      Taxas e Seguro: 51,25 (4%)

      Última prestação: 1.290,68

      Excluir
    3. Olá Celso Soares,

      Você pode utilizar a calculadora (https://educandoseubolso.blog.br/2015/03/04/financiamento-imobiliario-amortizar-ou-nao/) para simular quanto você poderia amortizar.

      Como o seu contrato pela CEF é pelo modo SAC (Amortização constante), basta dividir o saldo devedor pelo vamor da amortização para saber o número de parcelas. Exemplo: R$ 121.009,95 / 210 parcelas => R$ 576,23 de Amortização.

      Para que o valor do aluguel seja maior que as taxas, o valor da amortização deve ser a partir de R$ 690,68 (1.290,68 - 600). Dividindo o saldo devedor atual pela nova amortização 121.009,95 /690,68 => 175 parcelas.

      Portanto faça um simulação com o link que eu indiquei acima para fazer uma amortização com redução de prazo até que o número de parcelas restantes seja abaixo de 175.

      Eu acredito que a taxa Selic não influencia tanto já que você está alugando o apartamento. O seu foco deverá tentar reajustar o aluguel em linha com a inflação até quitar o imóvel.

      Espero que tenha ajudado. Grande Abraço.

      Excluir
    4. Olá, apontador.

      Muito obrigado pela ajuda!

      Excluir
  16. Você está preso, restrito a bancos e você não tem o benefício dos bancos ou é melhor ter um projeto e precisar de um empréstimo, financiar mal ou precisar de dinheiro para pagar contas, procurando investir dinheiro em sua empresa. obter ajuda financeira hoje
    greatfuturefinancialservices@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela ajuda Meryl Daniels, mas eu dispenso.

      Excluir
  17. Bom dia, amigo. Gostei muito do conteúdo do seu blog.
    Gostaria de pedir sua opinião acerca da minha situação, pois estou no mesmo dilema (apesar de já fazer ideia de qual seja a melhor escolha)

    Fiz um financiamento para adquirir o flat em que moro atualmente. O valor do imóvel era de 140 mil. Dei 42 mil de entrada (recursos próprios + fgts) e financiei 98 mil. Na ocasião, a selic estava nas alturas, além disso, os bancos públicos não quiseram financiar (pelo fato do imóvel ter fração de terreno de marinha), resultado, tive de recorrer a banco privado, com taxas ainda maiores.. em resumo:

    Valor financiado: R$ 98.000,00
    Taxa efetiva de juros anual: 11,50% Taxa nominal de juros anual: 10,9350%
    Taxa efetiva de juros mensal: 0,91% Taxa nominal de juros mensal: 0,91%
    Prazo de amortização: 420 meses
    Atualização mensal
    Data de vcto da Primeira Prestação: 14/07/2016
    Data de vcto da Última Prestação: 14/06/2051
    Custo Efetivo Total - CET (anual): 12,92%
    Sistema de Amortização: SAC

    A parcela atual está girando em torno dos R$ 1160
    O saldo devedor hoje é de cerca de R$ 95500

    Faço aportes mensais no tesouro, e segundo minha projeção (que costuma ser bem precisa) terei recursos para quitar o saldo devedor em julho de 2019 (aportes + rendimentos + FGTS)

    Acho que se a selic continuar no patamar em que está hoje (7% com perspectiva de nova queda), não há a menor dúvida de que o melhor a ser feito é quitar o financiamento, certo? Tendo em vista a péssima taxa que eu tive na época.

    Sou funcionário público, então gozo de "estabilidade".
    Mesmo com a parcela do financiamento atual (R$ 1160), consigo pagar todas as contas, ter meu lazer, e ainda aportar cerca de R$ 2500 no tesouro (em média) todos os meses.

    Poderia dizer o que pensa destes números e dos possíveis cenários que podem fazer a quitação não ser a melhor escolha?

    Desde já, agradeço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá José, desculpa não ter respondido antes.

      No seu caso, eu daria prioridade para quitar antecipadamente este imóvel. Acredito que as taxas de juros permanecerão baixas por alguns anos (em torno de 7%).
      Isto fará que o valor dos imóveis suba a medida que a demanda por imóveis aumente. Além disso, as taxas do tesouro direto não irão te proporionar rendimentos maiores que o seu financiamento.
      Eu quitaria o mais rápido possível esta dívida.
      Como você financiou em 420 meses, a amortização mensal é de apenas R$ 233,33 (98000/420). Isto significa que cada vez que vocốe paga R$ 1160 da parcela, você está pagando R$ 926,66 de juros/taxas/seguro.

      Boa sorte e abraço.

      Excluir
  18. Muito obrigado pelo texto!! Estou com essa dúvida agora (jan de 18). Tenho um saldo devedor de um apartamento que financiei e, com a queda da SELIC, ela ficou menor que a taxa efetiva do meu financiamento. Isso está me levando a crer ser melhor quitar esse saldo devedor. Todo meu dinheiro está investido em TD e Renda fixa. Assim, eu iria remanejar parte desse dinheiro para amortizar o financiamento. Com essas informações, você julga ser uma decisão oportuna? Muito obrigado por sua atenção!!!! Felicidades!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gonçalo, obrigado pela visita.

      Você tem avaliar se o valor pago de taxas/juros/seguros do financimento é maior do que o rendimento da aplicação. Se você tiver papel pré-fixado comprado anos atrás com 12% ao ano é melhor manter os investimentos.
      No meu caso específico, a taxa do meu financiamento é de 8,5% ao ano. Portanto, no meu caso é mais vantajoso quitar antecipadamente.

      Muitas felicidades para você, grande abraço.

      Excluir
  19. Muito obrigado por sua atenção!!! Abraço!!!

    ResponderExcluir
  20. Só complementando: no meu caso, estou querendo remanejar uma parte do que tenho investido em Tesouro Selic e a taxa efetiva de meu financiamento é 7,39% ao ano. Você acredita ser oportuno tirar do Tesouro Selic e quitar o saldo devedor? Grato mais uma vez!!!!

    ResponderExcluir
  21. Boa Boa noite eu tenho um crédito imobiliário avaliado em r$ 248437 Tenho total equivalente no banco do valor de r$ 150000 é mais vantajoso é isso no fundo DI ou fazer amortização do meu saldo devedor Imobiliário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá JuarezVicente,

      Qual é a a taxa efetiva do seu financiamento? Quantos é a sua parcela? Quanto é amortização ? Qual o prazo restante?

      Eu preciso saber essas informações para pode responder a sua pergunta, abraço.

      Excluir
  22. Nós nos especializamos em serviços financeiros, oferecendo empréstimos locais / internacionais, fornecendo opções de empréstimos garantidos e não garantidos para pessoas físicas e cooperamos com taxas de empréstimo muito competitivas e termos flexíveis para atender a qualquer situação financeira. Não importa se você tem uma pontuação de crédito pobre, ainda podemos fornecer-lhe dinheiro rápido para o inesperado. Entre em contato agora para empréstimos rápidos e acessíveis para todos os orçamentos e requisitos. socialfinancimprimido8@gmail.com

    ResponderExcluir
  23. Bom Dia
    Gostaria de tirar uma duvida
    Eu tenho 15000,00 no FGTS e uma divida de financiamento pela caixa de 343000,00
    Vale a pena eu abater esse valor ou esperar mais uns tres a quatro anos para ter um valor maior , visto que, a taxa selic esta sempre caindo?
    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,

      Independentemente do valor da Selic, vale muito a pena utilizar o valor do FGTS a qualquer momento já que o rendimento do FGTS é cerca de 3% ao ano, ou seja, menor que a inflação.
      Os juros que você paga no financiamento imobiliário é em função do saldo devedor, ou seja, quando menor a dívida menores serão os juros.

      Boa sorte e sucesso

      Excluir
    2. Ok
      Muito Obrigado

      Excluir
  24. Olá, Você precisa de um empréstimo rápido, longo ou curto prazo com uma taxa de juros relativamente baixa tão baixa quanto 3%? A dificuldade da economia está afetando você este ano? Sou a sra. Elizabeth, sou dona de uma empresa de empréstimos e ofereço empréstimos seguros.

    * Você procura fundos para pagar créditos e dívidas?
    * Você procura financiamento para montar seu próprio negócio?
    * Você está precisando de empréstimos privados ou comerciais para diversos fins?
    * Você procura empréstimos para realizar grandes projetos?

    Se sua resposta for sim, posso ajudá-lo.

    * Posso oferecer-lhe até € 50.000.000,00.
    * Você pode escolher entre 1 a 30 anos para pagar.
    * Você pode escolher entre o plano de pagamentos mensais e anuais.
    * Termos de Empréstimo Flexível.


    Por favor, se você estiver interessado, volte comigo através deste endereço de e-mail: (mrs.elizabethloanfirm@gmail.com)

    Você tem garantia de 100% de que receberá seu empréstimo no final desta transação de empréstimo.

    Saudações
    Sra. Elizabeth

    ResponderExcluir
  25. Olá, você está procurando por um empréstimo ou cartão de crédito, mas não acha que se qualificará? Você foi recusado por um banco devido ao seu histórico de crédito ruim? Você precisa de um empréstimo para iniciar um novo negócio ou consolidar suas contas? Eu sou a Sra. Hannah Wood, sou a fundadora da Apex Lending House e oferecemos empréstimos a uma taxa fixa de 3%. Oferecemos todos os tipos de pacotes de empréstimos e o valor do nosso empréstimo varia de US $ 1.000 a US $ 50.000.000 com um período de reembolso de 1 ano a 25 anos. Contate-nos agora com este email: (apexlendinghouse@gmail.com).

    ResponderExcluir
  26. Somos especializados em serviços financeiros, oferecendo empréstimos locais / internacionais, fornecendo opções de empréstimos garantidos e não garantidos a pessoas físicas e cooperando com taxas de empréstimo muito competitivas e condições flexíveis para atender a quaisquer circunstâncias financeiras. Não importa se você tem uma pontuação de crédito ruim, ainda podemos fornecer dinheiro rápido para o inesperado. Entre em contato agora para obter empréstimos rápidos e acessíveis para todos os orçamentos e requisitos: socialfinancelimited8@gmail.com

    ResponderExcluir
  27. Bist du auf der schwarzen Liste? Kämpfen um einen persönlichen Kredit zu bekommen? Wurde Ihre Bewerbung wegen niedriger Kreditwürdigkeit abgelehnt? ÜBER VERPFLICHTET? Erschwinglichkeit? Aber Sie wissen, dass Sie diesen Kredit leisten können. Kredite in 12 Stunden genehmigt, können Sie uns eine E-Mail an collinsguzmanfundings@gmail.com

    ResponderExcluir
  28. Olá, se precisar urgentemente de um empréstimo, entre em contato com o "SUNSHINE FINANCIAL GROUP" para obter seu empréstimo sem demora, eles são muito confiáveis e você tem 100% de garantia de que receberá seu empréstimo no final da transação com eles. . Contate-os agora através deste email: (sunshinefinancialgroupinc@gmail.com)

    ResponderExcluir
  29. Olá e bem-vindo à Apex Lending House, você é um homem de negócios ou uma mulher? Você precisa de dinheiro para começar seu próprio negócio? Você precisa de empréstimo para liquidar sua dívida ou pagar suas contas ou iniciar um bom negócio? Você precisa de dinheiro para o seu projeto? Oferecemos empréstimos seguros e garantidos de qualquer valor e em qualquer parte do mundo (pessoas físicas, jurídicas, imobiliárias e pessoas jurídicas) em nossa taxa de 3% excelente.

    Por favor, se você estiver interessado, entre em contato conosco através deste endereço de e-mail: (apexlendinghouse@gmail.com)

    NOSSA OFERTA INCLUI
    1). Empréstimo Empresarial
    2). Empréstimo da casa
    3). Empréstimo pessoal
    4). Empréstimo de hipoteca
    5). Consolidação da dívida E.T.C.

    Você tem garantia de 100% de que receberá seu empréstimo no final desta transação de empréstimo.
      
    Para mais informações, entre em contato através deste e-mail para iniciar sua transação de empréstimo. apexlendinghouse@gmail.com

    Obrigado

    ResponderExcluir
  30. Olá, você está em dívidas ou perdendo o sono à noite se preocupando em como obter um empréstimo Legit para começar um negócio ou ampliar o já existente? Você está mordendo suas unhas ao rápido? Em vez de bater-se, por que não nos contate hoje para a prestação imediata de empréstimo para você com todos os requisitos vitais. em Email: midwestloanservices@gmail.com

    ResponderExcluir
  31. Bom dia a todos, eu sou Samantha Pelo nome eu quero dar graças e um grande apreço à Sra. Linda Moore Loan Company por me oferecer empréstimo para comprar minha casa com uma baixa taxa de juros. Eu quero agradecer a ela por me dar este empréstimo. Meus amigos lá fora, que precisam de empréstimo para diferentes propósitos, aconselho-o a entrar em contato com a Sra. Linda Mooore Loan Company para qualquer quantia de empréstimo que você precisar, em vez de cair nas mãos do Scammer on-line. Estou feliz hoje por causa da Sra. Linda Moore. Então, se você quiser precisar de um empréstimo e quiser contatá-los para um empréstimo, você pode entrar em contato com ela pelo e-mail: lindamooreloans@gmail.com ou Whatsapp- +19292227999

    ResponderExcluir
  32. Olá, possuo um saldo devedor teórico de R$242.683,26 em 17/09/2018, relativo a financiamento imobiliário (sistema SAC). Juros Efetivos Totais: 8,2% aa. Estou na parcela 93 de 268, com valor atual da prestação em R$2.770,11. Possuo um valor aplicado na poupança de R$100.000,00. Pergunto: é mais vantagem eu amortizar minha dívida ou aplicar o dinheiro em algum tipo de aplicação, e se sim, qual seria? Agradeço antecipadamente a oportunidade de consulta. MUITO OBRIGADO. Parabéns pelo trabalho desenvolvido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernando, obrigado pela visita.

      Considerando o seu saldo devedor dividido pela quantidade de parcelas restantes ( R$ 242.683/ 175), você amortiza R$ 1535,33 da sua parcela de R$ 2770 de tal maneira que você paga R$ 1234,66 de juros/taxas por mês.
      Se você fosse pagar um aluguel no seu imóvel, o valor seria maior do que R$ 1234? Se o aluguel for maior, você pode pagar o seu financiamento sem se preocupar. Caso contrário (o aluguel é menor do que R$ 1234), o ideal é fazer a amortização.
      Se você pretende ficar sem dívidas, como é o meu caso, não há investimentos livre de riscos que pague mais do que o financiamento. Talvez o Tesouro Direto prefixado com taxas de 12% ao ano, mas eu precisaria de mais dados para calcular.

      Boa sorte Fernando, grande abraço

      Excluir
  33. Elogio da temporada.

    Precisa de um empréstimo para qualquer finalidade? Você gostaria de pagar suas contas? Você tem um problema financeiro? Você precisa de uma solução financeira? Aqui está a solução E-mail directloancash@gmail.com Ou WHATSAPP +14154837688 sobre como obter o seu empréstimo ...

    ResponderExcluir