11 de janeiro de 2017

Metas para 2017

"O homem deve criar as oportunidades e não somente encontrá-las.
(Francis Bacon)

Olá prezados leitores, tudo bem?  No começo do ano é hora de planejar várias metas a serem alcançadas, sabendo que normalmente planejamentos são influenciados pelo Recency Bias, no qual os resultados recentes influenciam as previsões, geralmente nos levando a conclusões equivocadas.

Na postagem O que te deixa rico é o aporte, estipulei as seguintes metas para 2016:
  • R$ 75.000,00 em aportes no ano (Realizado R$ 90.000,00)
  • Taxa de Poupança de 30% a 50% do salário. (Realizado)
  • Balanceamento da Carteira (Parcialmente Realizado)
  • Índice de Custos/Proventos Anual de 41,11% (Não havia sido Estipulado)

Metas para 2017

Metas para 2017
O meu planejamento em 2017 consiste em estipular variáveis que estão sob o meu controle, tais como: Total de Aporte, Custo Total da Carteira, Alocação de Ativos e Gestão de Risco (Hedge). Podemos citar algumas variáveis que fogem do meu controle tal como rentabilidade e valor dos proventos (renda passiva). 

As metas financeiras para 2017 são:
  • Aporte Anual de R$ 90.000,00.
  • Taxa de Poupança de 35% a 50% do salário.
  • Balancear a Carteira para diminuir a alocação em PGBL e Renda Fixa, aumentando a participação de Ações, FIIs e ETFs no Exterior .
  • Indice de Custos/Proventos Anual de até 20%.
  • Abrir Conta no BB Americas.
  • Em caso de alta volatilidade, alocar até 0,2% da carteira para realizar um hedge ativo ou hedge com opções.
  • Alcançar o patrimônio de R$ 450.000,00 até o final do ano.


Outras Metas para 2017


Durante o ano de 2016, li pelo menos 12 livros sobre assuntos diversos, posso citar alguns da área de finanças:
  • If You Can: How Millennials Can Get Rich Slowly (William J Bernstein)
  • Stocks for the Long Run (Jeremy Siegel)
  • A bola de neve: Warren Buffett e o negócio da vida (Alice Schroeder)
  • A Grande Queda (Jim Rickards) 
  • Investimentos para Não Especuladores (Paulo Portinho / Mauro Calil)
  • The Bogleheads' Guide to Investing (Larimore/ Lindauer/ LeBoeuf)
  • The Little Book That Still Beats the Market (Joel Greenblatt)

Para 2017 vou estipular 15 livros no mínimo, mas não necessariamente em Economia/Finanças. Normalmente eu leio muitos livros no formato digital (eu até prefiro), pois há uma enormidade de livros disponíveis gratuitamente no portal le livros.

Durante uma fase da minha vida, pratiquei corrida de rua com bastante regularidade. Embora continue praticando atividade física, gostaria de voltar participar de alguma prova de corrida de rua em 2017.

Durante o ano de 2016 realizei 4 viagens, algumas curtas, outras nem tanto. Pretendo realizar pelo menos duas viagens durante o ano de 2017 e principalmente viver em equilíbrio com relação aos gastos e poupança. Pois como foi abordado pelo Surfista Calhorda, às vezes podemos diminuir um pouco o aporte e deixar os juros compostos trabalharem por um tempo maior (aumentando o período de acumulação) que o resultado não será tão diferente no longo prazo.

Este estudo do JP Morgan mostra como os juros compostos afetam os seus investimento, onde podemos observar essa figura abaixo:
Efeitos dos Juros Compostos nos Investimentos

Se observarmos Susan (linha cinza) investiu $5.000,00 dos 25 aos 35 e deixou 30 anos acumulando juros compostos, enquanto que Bill (linha verde) investiu durante 30 anos o triplo de Susan e obteve um resultado menor. Se você perceber, o resultado de Chris (linha azul) é a somatória de Susan e Bill. Resumindo: Taxa (Rentabilidade) não ganha de Tempo.

Bons investimentos a todos em 2017, grande abraço.




 

8 comentários:

  1. Fala Aportador!

    Parabéns pela definição das metas!

    Meta dada é meta cumprida!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Noob, obrigado pela visita.

      É isso aí, Meta data é Meta cumprida!!!

      Vamos buscar nossas metas em 2017, abraços.

      Excluir
  2. Olá Aportador.

    Excelentes metas.
    Parabéns pelas metas alcançadas em 2016.
    Também fiz minhas metas para 2017 e pretendo cumpri-las.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cowboy, obrigado pela visita.

      Eu vi as suas metas pra 2017. 70% de taxa de poupança é realmente impressionante.

      Suce$$o em 2017, grande abraço.

      Excluir
  3. Muito legal o gráfico, ele representa exatamente a conclusão que eu cheguei. Vou manter a mesma estratégia em 2017, mas 2018 devo promover algumas alterações tanto no valor dos aportes, quanto no meu atual emprego, acho que já posso me dar o luxo de buscar uma atividade menos intensiva na carga horária e priorizar um pouco mais a qualidade de vida.
    Belas metas, parabéns!
    Suce$$o em 2017.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Surfista,

      O objetivo é ter um plano e seguir com equilíbrio, pois como você mesmo falou, tem um momento que entramos no "piloto automático" e não tem mais muita emoção, se tornando uma prática monótona.

      A vantagem dessa estratégia é que podemos nos dedicar a outras atividades buscando mais qualidade de vida.

      Um dos motivos que me motivam neste blog é divulgar estudos e ferramentas para ajudar as pessoas a tomarem suas decisões de investimentos, assim como a blogosfera tem me ajudado.

      Suce$$o em 2017 pra você também, grande abraço.

      Excluir
  4. Oi, Aportador!
    Te adicionei ao meu blogroll. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Micro Investidor Nerd, obrigado pela visita.

      Já adicionei o seu blog também.

      Abraços

      Excluir