3 de fevereiro de 2018

Fechamento Janeiro/2018: R$ 501.626,53

"Success is not final, failure is not fatal: it is the courage to continue that counts." 
(Winston Churchill)

Olá meus amigos da blogosfera financeira,tudo bem? Sejam bem-vindos ao primeiro fechamento do ano de 2018. Eu acredito que estamos em um ciclo de alta na bolsa brasileira e o mercado já antecipa tudo. Isto significa que os ganhos fáceis com renda fixa ficaram para trás, mesmo que eu acredite que haja alguma volatilidade, estou gradativamente aumentando a minha alocação em renda variável.

Já começaram a divulgação das demonstrações dos resultados de 2017 das empresas listadas na bovespa. É hora de analisar as estratégias e possivelmente fazer algumas mudanças na carteira. Sem mais delongas, o fechamento de Janeiro/2018 é:
Fechamento Janeiro/2018
Carteira: R$ 501.626,53
Aporte: R$ 13.400,00
Rentabilidade Mensal: 2,82%
Rentabilidade Anual: 2,82%

Podemos destacar:
  • A carteira de ações obteve a valorização de 7,97% com destaque positivo  para (BVMF:BBAS3) e depois (BVMF:ITUB4) com valorização de 24,70% e 22,73% respectivamente, sendo que o destaque negativo ficou  para (BVMF:HGTX3) com desvalorização de 12,76%.
  • A Carteira de ETFs no Exterior obteve um desvalorização de 0,48% devido a queda do dolar no mês, mesmo com a expressiva valorização dos ativos de renda variável com destaque para (NYSEARCA:SPEM) e (NYSEARCA:VT) com valorização de 9,31% e 5,31% respectivamente.
  • A Carteira de FIIs  obteve a valorização de 2,99% com destaque positivo  para (BVMF:JSRE11) e (BVMF:HGJH11) com valorização de 6,64% e 6,58% respectivamente.
  • A Carteira de NTNBs obteve uma valorização de 3,08%, enquanto que a carteira de PGBL obteve uma valorização de 1,27% devido ao excelente desempenho do fundo VERDE ICATU PGBL.
  • Para mais detalhes, acesse a Carteira
Composição da Carteira Janeiro/2018
Pela primeira vez os ativos de Renda Variável alcançam 40% da carteira justamente quando eu ultrapasso a barreira dos 500k. Apesar de toda essa alta recente na bolsa, eu priorizo o equilíbrio de forma a obter um melhor risco x retorno através da alocação de ativos.

Atualmente, os ativos com liquidez diária correspondem a apenas 4% da carteira e eu tenho que repor este caixa nos próximos aportes. Além disso, há a expectativa que o Comitê de Política monetária baixe a taxa Selic para 6,5% na próxima reunião em fevereiro/2018 (fonte).

Diante deste cenário, como rentabilizar melhor a carteira? Uma das alternativas é utilizar estratégias com opções. Em vez de especular com criptomoedas, eu pretendo entrar em operações com um setup definido de entrada e saída, sem deixar o lado emocional influenciar as decisões. Atualmente estou simulando algumas operações e pretendo fornecer algumas ferramentas interessantes nas próximas postagens do blog.
 
A minha estratégia está mais focada nos aportes do que necessariamente na rentabilidade. Você quer saber se eu estou alegre com a rentabilidade alta deste mês? É claro que sim. Entretanto, o que gostaria mesmo é que os preços estivessem muito mais baratos para comprar mais ativos com uma excelente margem de segurança.  

O mais importante é seguir o plano, continuar trabalhando, poupando, investindo, aprendendo com os erros e deixar os juros compostos trabalharem por mim. 

Grande abraço meus amigos e até a próxima.




 

21 comentários:

  1. Parabéns pela marca do meio milhão!

    Fico no aguardo das postagens acerca das suas estratégias com opções.
    Li e leio bastante sobre o assunto, mas mesmo passando quase um ano, sou totalmente leigo nesse assunto tão complexo e tenho insegurança e medo de me aventurar por esses lados.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Investidor Precoce, obrigado pela visita.

      Eu desenvolvi uma planilha que calcula o preço das opções em função da volatilidade e da taxa selic. A volatilidade é atualizada automaticamente enquanto que a taxa selic deve ser preenchida manualamente.
      Eu estou lendo a respeito algumas estratégias desenvolvidas no mercado americano porque lá a liquidez das opções é muito grande. Não existe estratégia com 100% de acerto, mas acredito que sempre haverá oportunidades.

      Parabéns pela sua trajória, estou sempre acmpanhando as suas postagens. Grande abraço.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Obrigado Enriquecendo,

      Esse aporte teve uma renda não recorrente que não vai ser possível manter durante o resto do ano.

      Grande abraço.

      Excluir
  3. Olá Aportador! Concordo totalmente com você, mais vale a quantidade e regularidade dos aportes do que a rentabilidade em si, obviamente considerando uma rentabilidade minima viável para não perder dinheiro no final das contas. No mais, parabéns pelo aporte!

    Abs e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto mesmo Rico Classudo,

      Se vier um bear market devido o cenário internacional, é importante ter empresas que possam remunerar os seus acionistas em qualquer situação. A alocação de ativos ajuda a equilibrar essa situação.

      Te desejo muito sucesso também, abraço.

      Excluir
  4. Olá Aportador,
    Também tento não me entusiasmar, nem deprimir por conta das oscilações da bolsa. Percebo a renda passiva como uma métrica mais interessante, pois é mais constante.
    Estou usando uma estratégia rasteira com opções que tem um potencial de render entre 2 a 3% ao mês, sem muito esforço, dá pra arriscar mais e ganhar mais. O risco é relativamente o mesmo de se comprar ações, ou seja, a queda dos preços, por isso só compensa usar com ações que se deseja possuir. Outra questão é que é uma boa estratégia para mercado lateral ou altista.
    Lá no blog tenho compartilhado minhas experiências.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faltou falar que é lançamento de opções cobertas.

      Excluir
    2. Parabéns pela sua estratégia Janota,

      Eu estou querendo rentabilizar a minha carteira com as opções de BOVA11, pois indiretamente reflete as maiores empresas brasileiras. Mesmo se o ETF não pague dividendos, eu posso fazer uma venda coberta de puts para ganhar caso o mercado suba e comprar a um determinado preço menor do que hoje se o mercado cair. Colocando no bolso uns 3% a cada 2 meses. Se eu fizer isto 4 vezes no ano pode gerar um yield de mais de 10% em proventos.

      Eu não vejo que PETR4 ou VALE3 vão ser viáveis no buy-and-hold daqui a 20 anos. Entretanto eu acho que BOVA11 irá subir devido ao crescimento do PIB e a inflação do período.

      Vamos otimizar a nossa estratégia. Grande abraço.

      Excluir
  5. Parabéns pela marca do meio milhão!!! E pela valorização da carteira, 7% é bastante coisa!

    Sucesso na caminhada aportador!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Diario de um Poupador,

      500K é uma etapa concluida, fico mais pelo aumento patrimonial do que pela rentabilidade.

      Sucesso pra você também. Grande Abraço.

      Excluir
  6. Parabéns ao atingir a marca de MEIO MILHÃO!!

    Excelente distribuição de capital entre previdencia, RF e Variável. Tento seguir uma linha semelhante.

    Forte abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pela força Galo Magrelo,

      Atualmente alguns fundos de previdência possui os melhores gestores do mercado (Verde, Adam, Alaska, etc...) e ainda por cima diminuir o imposto de renda pago a cada ano.

      Bons investimentos pra você. Grande Abraço

      Excluir
  7. Muito bom ver seu resultado. Parabens pela rentabilidade e realmente continue focando nos aportes, o nome do blog diz tudo. Procurei na carteira detalhes sobre as NTNBs e nao achei. Queria entender porque os seus rendem tanto enquanto os meus estagnaram. :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vagabundo, obrigado pela visita.

      A minha carteira está divida assim 25% NTNB-Principal 2019, 25% NTNB-Principal 2024, 25% NTNB-Principal 2035 e o restante em CDB com IPCA+6,5% com vencimentos mais longos.O interessante é que eu contabilizo os valores já líquidos de impostos na renda fixa.

      Grande abraço.

      Excluir
  8. Fala, aportador. Ótimos aporte e rentabilidade. A bolsa foi generosa esse mês, provavelmente vai haver uma correção pra baixo em breve...

    Cara, parabéns pela barreira dos 500k. Meio milhão de reais (pena que não é em barras de ouro, que valem mais que dinheiro kkkkk).

    Se o COPOM continuar com essa tendência de redução da SELIC, vai ser uma bomba gigante pro próximo presidente, perigo de inflação fora de controle (sei que está abaixo da meta atualmente, mas é só por causa do receio das pessoas em comprar, basta uma pequena política de incentivo ao consumo pra tudo ir ladeira abaixo).

    Sobre comprar os ativos de RV na baixa... como eu gostaria de ter iniciado os investimentos uns 3 anos antes, lá em idos de 2013, bem no olho do furação. Vale, Petro, Bancos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Concursado Investidor,

      Eu acredito que próximo presidente terá uma agenda pro reformas que atacará a questão fiscal. No Brasil existe uma "cultura da renda fixa" poderá gradativamente migrar para renda variavel.
      Eu poderia ter começado em 2008 no olho do furacão daquela crise, mas dependendo do seu horizonte de investimentos, sempre haverá oportunidades.

      Obrigado pela força, grande abraço.

      Excluir
  9. "Entretanto, o que gostaria mesmo é que os preços estivessem muito mais baratos para comprar mais ativos com uma excelente margem de segurança."

    Tirou as palavras da minha boca, Aportador!

    Parabéns pela marca dos 500k! Rumo ao milhão!

    Forte abraço!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Termos Reais,

      Eu gistaria de comprar cada vez mais barato, de forma a aumentar o yield da carteira.

      Obrigado pela força, grande abraço

      Excluir
  10. Fala galera, segue o link do ranking da finansfera, que estava nas mãos do mestre dos centavos e foi passado pra mim.

    https://jovemdesucessopromissor.blogspot.com.br/2018/02/ranking-de-patrimonio-da-blogosfera.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Jovem Frugal,

      Ficou muito bom o ranking.

      Abraços

      Excluir