8 de março de 2017

Pagar Imposto de Renda ou PGBL?

"A coisa mais difícil de entender no mundo é o Imposto de Renda."
(Albert Einstein disse isto de acordo Leo Mattersdorf)

Olá prezados leitores, tudo bem? Hoje abordaremos em tema que causa bastante trabalho nesta época do ano, principalmente nos meses de Março e Abril: Declaração de Imposto de Renda. O notável blogueiro Abacus Liquid fez uma postagem bem completa sobre este tema.

Esta postagem surgiu a partir da seguinte dúvida de um leitor:
Consideremos uma pessoa que tenha salário de 16k e tenha apartamento alugado por imobiliária por 1k. Esta pessoa deverá pagar o IR em cima do aluguel também.
Consideremos que mesmo após declarar os dependentes e escola ainda assim fica um valor a pagar de uns 4k. A pergunta é: Quanto aportar por mês para não pagar nada à receita? Como fazer este cálculo?

Para responder estas perguntas, montamos a seguinte planilha que calcula quanto de Imposto de Renda se deve pagar ou receber. (Observação: Esta planilha pode conter alguns erros de arredondamento para usar a função QUERY da planilha google. Os valores considerados são aproximados.)
Planilha de Cálculo do Imposto de Renda
Para calcular estes valores,  é necessário estabelecer alguns parâmetros (basta preencher os campos em verde):
  • Salário Bruto Mensal: R$ 16.000,00
  • Se é Funcionário Público ou não: Não. (Funcionários Públicos que ganham acima do teto do INSS pagam 11% sobre o salário bruto de previdência se for acima do teto do INSS)
  • Número de Dependentes: 1 Dependente.
  • Desconto de Dependente?: Sim. Se o seu empregador já desconta no seu contracheque mensalmente o valor do(s) seu(s) dependente(s).
  • Outras Rendas Mensais Tributáveis: R$ 1.000,00 (Ex: Aluguéis recebidos da Imobiliária)
Os cálculos foram baseados na Calculadora de Alíquota da Receita Federal.
Qual o valor em PGBL para não pagar Imposto de Renda?
De acordo com os dados apresentados pelo leitor, realmente ele terá que pagar cerca de R$ 3.300,01 na Declaração Completa. Se optar pela Declaração Simplificada terá que pagar "apenas" R$ 1.326,07. Como não tive mais infomações quanto a Plano de Saúde, Educação, entre outros não pude completar os demais campos.

Se esta pessoa fica revoltada em pagar um absurdo de IR a cada ano e não ter quase nada em troca, é possível que ele faça um PGBL para deixar de pagar esses valores para o governo. No exemplo considerado seria necessário desembolsar cerca de R$ 12.000,05 anualmente a um plano PGBL para ficar sem pagar imposto ao Leão.

Considerações Finais

Particularmente, eu acho um absurdo ainda ter que pagar mais Imposto de Renda sem receber (quase) nada em troca. É uma decisão de cada um, pois na grande maioria das vezes o PGBL possui uma perfomance pior do que outros investimentos.

Mas entre pagar imposto ou postergar o pagamento do mesmo eu prefiro a segunda opção. E você prezado leitor, vai pagar ou receber IR?

Até a próxima, grande abraço.

20 comentários:

  1. Como tenho 3 dependentes, eu sempre recebo restituição. Muitos gastos com educação e saúde.
    Mas, já tive que pagar em dois anos, quando ainda era solteiro. Nesses dois anos, optei em fazer o pgbl. Já não pago faz quase 4 anos (Suspendi os aportes). Agora, quando completar 10 anos (faltam pouco mais de 3 anos anos para todas as parcelas fazerem 10 aninhos rsrs), vou sacar tudo e aplicar provavelmente no TD.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo, muito bacana o seu relato.

      Eu tive dois empregos uma época que quando juntava os dois tinha que pagar mais IR. Já saquei uma parte do PGBL e irei reinvestir para ganhar 17,5% na restituição do ano que vem (conforme explicado nas postagens anteriores)

      Eu também vou começar a aportar no tesouro ipca 2045.

      Grande Abraço.

      Excluir
  2. Fiz o meu aqui para este ano. E cheguei a conclusão que não vou fazer PGBL pois nos próximos anos terei filhos e vou declará-los! Assim não pago nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo, obrigado pela visita.

      O importante é não pagar impostos a mais pra Receita Federal, a planilha poderá ser atualizada a cada ano com os valores definidos pela RFB.

      Felicidades com seus futuros filhos, abraços.

      Excluir
  3. O Aportador Financeiro,

    Aberto a parcerias?Se sim, qual seu email de contato.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Ed,

      Qualquer parceria é bem-vinda, meu e-mail é oaportadorfinanceiro@gmail.com

      Grande Abraço

      Excluir
  4. Aportador, tá certo esse cálculo? Tem que deixar em pgbl 12k pra não pagar 1,3k de imposto? Achei muita coisa.

    Previdência é sempre um assunto complicado. A maioria dos fundos são ruins, taxas de adm alta e rendimentos pífios. O adam abriu um plano na icatu que vale a pena.

    Eu fiz o seguinte pra saber quanto deveria pagar de previdência pra não pagar imposto: abri o programa do ano anterior, coloquei todos os dados e depois fui aumentando o valor em PGBL até zera o a pagar, depois disso basta fazer um aporte único no valor que ficou no campo da previdência com imposto a pagar de zero. Por isso fiquei na dúvida desses 12k.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá BPM, obrigado pela visita.

      Realizei várias simulações com o programa do IRPF 2017 e todos os valores bateram.

      O fator que desequilibra no exemplo descrito é o recebimento de aluguéis através da imobiliária, pois o cálculo do imposto é de 27,5% sobre o total de rendimentos tributáveis (inclusive os aluguéis). Durante um período eu trabalhei em dois empregos, onde era tributado em 27,5% em um e 15% em outro, porém na hora de declarar o imposto de renda o imposto foi cobrado com 27,5% sobre tudo e tive que pagar imposto :(

      Conheço pessoas que recebem aluguel diretamente do inquilino e não declaram para a Receita Federal, porém se houver uma imobiliária como intermediária fatalmente a Receita saberá desta renda.

      Para esta planilha considerei os valores do programa de IRPF 2017, se você identificar resultados divergente por favor me informe.

      Grande Abraço.

      Excluir
    2. Verdade Aportador, já passei por essa situacao do aluguel e outro contra cheque que nem pagava IR e tive que pagar muito mais após declarar, era de chorar!

      Abraço!

      Excluir
  5. Amigo, voltei com o blog reformulado.

    Vou postar apenas em inglês, mas você pode ver em português traduzindo com o plugin do Google que coloquei lá.

    O intuito da mudança é pra eu me forçar a escrever em inglês e também para o blog ganhar o mundo.

    A linha do blog continua a mesma: ações, ETFs, investimentos no exterior, John Bogle, comportamento pessoal, biografias, livros, sites, dicas de economias pessoais, superação, trabalho e estudo, Jéssica Chastain também.

    Atualização mensal e resultado anual continuam. Análise de resultados de ações brasileiras sempre que sair o anual.

    Mudei o sistema de comentário para o sistema do Disqus (lê-se “Discuss”), essa é uma ferramenta muito bacana pq assim vc vai ver todos os seus comentários e suas respostas e discussões num canto só, se não conhece se cadastre no site Disqus.com vale a pena sim.

    Agora dá pra treinar o inglês lá e deixar sua participação. Você está no meu blogroll.

    Grande abraço,

    Frugal Simple.

    ResponderExcluir
  6. Opa! Se puder adicionar meu outro blog no blogroll, ficarei grato: Porta dos Investimentos (http://portadosinvestimentos.blogspot.com.br)

    Adicionarei seu blog neste novo blog também!

    Muito obrigado e um abraço!

    Ps.: Desculpe a mensagem fora do tema, blog novo, tem que pedir aos amigos ajuda! Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande VDC,

      Blog já adicionado!

      Sucesso e abraço.

      Excluir
  7. Na teoria PGBL seria uma ótima saída, mas como vc resumiu cabe a pessoa saber que uma hora vai ter que pagar o imposto, sendo agora ou depois e acredito que na grande maioria o depois e muito mais valido.

    Gostei da abordagem do assunto, não achei nenhum outro blog comentando sobre PGBL nessa altura das declarações.

    Adicionado ao meu blogroll amigo.

    Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá VC1KK, obrigado pela visita.

      Como tenho mais de 30% da Carteira em PGBL, pretendo gradualmente diminuir o percentual da carteira através desta estratégia de Resgate/Reaporte. Eu analiso este PGBL através da TIR (http://oaportadorfinanceiro.blogspot.com.br/2016/10/taxa-interna-de-retorno-do-pgbl.html) e até o momento tem sido positivo pois eu reinvisto a restituição de Imposto Renda todos os anos. Acredito que com esta esta estratágia de resgate/reaporte irei aumentar a Taxa Interna de Retorno.

      Já adicionei você na blogroll também. Grande Abraço.

      Excluir
  8. ola aportador
    Se eu tenho portanto $500 a pagar de IR eu devo fazer aporte de $1800 (500/0,275) em um PGBL para nao pagar IR?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Noisé, Isto é uma conta de padeiro.

      Se você faz a declaração completa, está na faixa de alíquota 27,5% e sua renda não aumentar durante o próximo ano, esta simplificação ajuda, ou seja, vai pagar R$ 500 de IR é só fazer um aporte anual de R$ 1818 para não ter que pagar quase nada.

      Faça uma simulação no programa da declaração do IR da Receita Federal e você perceberá a diferença.

      Obrigado pela visita. Grande abraço

      Excluir
  9. Olá aportador, boa tarde!
    Uma duvida, tenho PGBL com a empresa que trabalho eles também aportam uma parte do valor e isso faz o PGBL ser bem interessante, infelizmente no ano passado em meio a correria de um projeto não fiz o aporte, eu tenho a planilha e já havia simulado quanto seria necessário, não fiz... enfim sobre a duvida estou fazendo meu IRPF18 e na completa tem que pagar 1500 e na simplificada 54, não tenho dependentes, tenho costumado fazer os últimos anos (e estou propenso neste também) fazer a declaração simples, você acha que tem problema? ter PGBL e fazer a declaração simplificada, problema... me refiro com a RF no futuro.

    Abraços e parabéns pelo blog, é incentivador.

    Gernando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gernando,

      Se você for pagar menos com a simplificada, não tem problema. Entregue na simplificada mesmo. Se ano que vem for mais interessantes fazer pela completa, não terá nenhum problema mesmo tendo um PGBL.

      Obrigado pela visita e abraço.

      Excluir
  10. Prezado, Aportador. Entrei na planilha, mas estou com uma dúvida. Na sua imagem há um item chamado "Parcela a Deduzir" na célula C21. Na planilha ela não existe. Acontece que essa célula está sendo usada em uma fórmula da célula H17. O que me fez desconfiar se a planilha está certa ou não. Enfim, o senhor pode verificar isso e me dar um retorno? Agradeço desde já a gentileza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLá Anônimo,

      Eu coloco a planilha disponível para edição e infelizmente alguém vem e altera o seu conteúdo. Já corrigi a planilha.

      A planilha está somente para visualização. Se vocÊ quiser alterar o dados terá que fazer uma cópia em (Arquivo -> Fazer uma cópia).

      Abraço.

      Excluir