15 de março de 2017

Valuation com Fluxo de Caixa Descontado (DCF)

"Valuation is an art, not a science"
(Mohandas Pai)

Olá prezados leitores, tudo bem? Hoje iremos abordar um tema bastante interessante relatado na postagem Melhor método de aporte na bolsa de valores do notável blogueiro Viver de Dividendos, o método de precificação de ativos baseado no Fluxo de Caixa Descontado (DCF).

Inicialmente, iremos apresentar uma planilha google disponível aqui no qual explicaremos brevemente como o "valor justo" é calculado e quais são as fontes de dados. O objetivo é oferecer uma ferramenta para que você utilize os seus próprios parâmetros para tomar as suas decisões.

Planilha de Cálculo do Fluxo de Caixa Descontado
A postagem Avaliar ação com Fluxo de Caixa Descontado – DCF do Viver de Dividendos é bem didática ao explicar o uso deste método, porém é necessário identificar onde buscar cada elemento da fórmula do DCF. Os indicadores utilizados no cálculo do DCF são:
  • Tangible Book - é o valor que o acionistas esperam receber caso a empresa decrete falência e todos os ativos tangíveis fossem liquidados, neste caso é retirado o valor dos ativos intangíveis (ex: valor da marca, patentes) pois isto não pode ser vendido durante a liquidação dos ativos.
    • Seu valor é obtido através do Price-To-Book Ratio disponível na Yahoo Finances. Observação: A planilha google não conseguiu obter automaticamente o valor de todos Tangible Book, por isso alguns valores foram preeenchidos manualmente.
  • Taxa de Desconto - é a taxa de juros de mercado utilizados para trazer um valor futuro até o presente. A planilha busca automaticamente o valor do Título Prefixado (LTN) 2023 do Tesouro Direto. 
  • Fluxo de Caixa Livre por ação - representa o dinheiro que a empresa é capaz de gerar após gastar os recursos necessários para manter ou expandir sua base de ativos. Dependendo da empresa podemos utilizar o Lucro Por Ação, EBITDA por Ação e Fluxo de Caixa Livre por ação.
    • O EBITDA é obtida através do Yahoo Finances, sendo que depois é divididos pelo número de ações. O valor obtido pelo Yahoo Finances é Texto, sendo necessário converter para número.
    • O Fluxo de Caixa Livre por ação foi obtido no mural do Bastter.com
    • Em geral deve-se conhecer a estrutura da empresa pra decidir se seria melhor usar o FCL, EBITDA ou o LPA
  • Taxa de crescimento não recorrente atual - este é o ponto que podemos afirmar : "Valuation is an art, not a science". Não adianta achar que o passado de crescimento vai acontecer porque nada é garantido. Neste ponto é interessante assumir uma postura mais conservadora nas projeções de crescimento para obter uma maior margem de segurança. Por exemplo:
    • Se você deseja analisar o crescimento dos últimos anos da empresa Ultrapar (UPGA3), basta acessar gratuitamente o site guiainvest através do link (http://www.guiainvest.com.br/preco-justo/ugpa3.aspx), na opção Preço Justo. As taxas de crescimento nos últimos anos foram superiores a 10% ao ano, qual será a taxa de crescimento para os próximos 10 anos ?
Taxa de Crescimento da UGPA3 no GuiaInvest
  • Taxa de crescimento final - assumido que a empresa existirá eternamente pagando dividendos anualmente que crescem a uma taxa constante no futuro, qual é essa taxa constante no futuro? É muito dificil considerar no Brasil uma empresa que possua uma taxa constante de dividendos devido aos ciclos do negócio e crises financeiras. Portanto, este modelo é direcionado a empresas que possuem taxa de crescimento estáveis.

Antes de calcular o valor do DCF é necessário preencher os valores na aba "Fluxo_de_Caixa", no qual serão preenchidos os campos Tangible Book, LPA (Lucro por Ação), EBITDA e FCL Livre. O cálculo do Fluxo de Caixa de Descontado (DCF) é realizado pelo função calcularDCF no script da planilha google (Ferramentas -> Editor de Scripts)
Script que calcula o Fluxo de Caixa Descontado (DCF)

Considerações Finais

  • Os ativos existentes na planilha não significam recomendação de compra, nem mesmo as estimativas de crescimento devem ser levadas em consideração. A dica é analise cada empresa e defina seus próprios critérios.
  • Estude bem cada empresa antes de aplicar este método, pois DCF é indicado para empresas que posuem lucros previsíveis.
  • Você consegueria ter um grau de exatidão ao responder a pergunta "Qual será a taxa de crescimento de VALE5 nos próximos 10 anos?", ou seja, empresas cíclicas ou fortemente impactadas por incertezas no cenário econômico não terão uma performance satisfatória ao utilizar esta fórmula.
  • Gostaria de parabenizar o Viver de Dividendos pelo excelente trabalho através do seu blog e youtube.

 Até a próxima, grande abraço.

16 comentários:

  1. Parabéns KKK fez um artigo sobre um dos métodos que ia explicar adiante.

    Algumas observações:
    Eztec é uma empresa de consumo cíclico, logo este modelo não serve para o case de negocio imobiliario ao qual esta mais direcionado a taxa de juros futuro e paridade do poder de compra da população.

    Ambev é uma empresa com mais de 50% do market share nacional então a taxa futura de crescimento dela tem de ser bem conservadora, as chances de perder nela são maiores do que ganhar em caso de perda de mercado.


    A receita de bancos vem em forma de ativos financeiros ou taxa de serviços cobrados, supondo que em uma crise severa as receitas de serviços devem ser severamente penalizadas comprometendo as receitas, ademais PDD provisões para devedores duvidosos pode aumentar a tal ponto que se for executada prejuizo de um grande devedor o lucro do banco pode cair pela metade comprometendo a taxa de crescimento.

    Banco do Brasil tende a possuir uma taxa de crescimento menor do que os demais pela péssima ADM pública.

    Taesa deve sofrer redução de 50% do rap contrato nos próximos anos logo taxa de crescimento será bastante afetada caso não ocorra novas aquisições.

    Qual a limitação deste modelo aplicado ao Brasil? o lucro oscila muito ao longo do tempo inviabilizando qualquer estimativa de receitas constante em crescimento mesmo em empresas com receitas constante ou supostamente garantidas vide o que aconteceu com setor elétrico.







    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito pertinente o comentário Mestre,

      O importante é analisar cada empresa e definir os seus critérios. Não tem como achar que a taxa de crescimento do passado vai se repetir no futuro, ainda mais aqui no Brasil.

      Continuaremos estudando e analisando as margem de segurança na hora de comprar um determinado ativo, pois na minha estratégia de investimento preço importa.

      No aguardo pelos seus artigos, grande abraço.

      Excluir
  2. Olá AF

    ficou muito bom, vou colocar um link no meu próximo post

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Viver de Dividendos,

      Eu que agradeço as estratégias que você apresenta no seu blog.

      Sucesso e abraços.

      Excluir
  3. Parabéns pelo post Aportador!

    Estava procurando mais detalhes sobre essa técnica de valuation. Já está salvo aqui nos favoritos.
    Valeu!
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita Ligo,

      Só em buscar automático do Yahoo Finances o Tangible Book e o valor da LTN do Tesouro Direto para aplicar a Taxa de Desconto já é uma grande ajuda. O mais importante é estudar cada empresa e entender o case de cada uma.

      Abraços.

      Excluir
  4. O aportador, parabéns por mais um excelente artigo cara!
    Sucesso.
    Eu tive um pequeno problema, ainda não consegui entender como calcular o Tangible book =/ Será que tu poderia tentar explicar (novamente)?!

    Abc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá FPI,


      Este valor é próximo ao valor patrimonial mas não é. A definição é : "if a company were to cease operations and liquidate all of its assets at the value recorded on the company's accounting books."
      Ou seja, caso a empresa seja liquidada e tivessem que vender todos os ativos pelo preço que consta no balanço patrimonial.

      É difícil estimar esse valor, mas o valor patrimonial é uma boa aproximação.

      Grande Abraço

      Excluir
    2. Obrigado.
      Por mais que estudemos, algumas coisas acabam ficando bastante abstratas.

      Abc

      Excluir
  5. Olá Aportador! Esses dias estava procurando por uma planilha para calcular o preço justo das ações, mas não achei nenhuma. Hoje, visitando o seu blog encontrei essa planilha, que é de grande ajuda. Mas ela não está atualizando mais os dados de Ebitda, Tangible Book e P/B Ratio da aba Fluxo de Caixa. Pesquisando na internet, vi que várias pessoas que usavam o Yahoo Finance também estavam enfrentando problemas na atualização das suas planilhas, e parece que o Yahoo deixou de oferecer esse serviço desde o fim do ano passado. Será que tem como atualizar essa planilha para ela puxar os dados automaticamente de outro banco de dados?

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Blog do Calvin,

      Infelizmente não tem tem cmo buscar automaticamente, principalmente o tangible book. O Price/Book Ratio é o Valor Patrimonial e tem coo buscar automatico dos fundamentos.
      O Ebitda tambem não tem como buscar automaticamente, mas o EBIT tem como buscar automatimacamente pelo site fundamentus. Mais informações em http://oaportadorfinanceiro.blogspot.com/2018/06/atualizacao-da-planilha-com-magic.html

      Grande Abraço

      Excluir
    2. Aportador, então se eu substituir o EBITDA por EBIT a diferença não vai ser tão grande assim, certo?

      Copiei as planilhas dos dados do Fundamentus para essa, mas nelas não tem o dado EBIT, só o P/EBIT, EV/EBIT e Margem EBIT. Já o Patrimônio Líquido consegui fazer funcionar porque o dado está na aba. No caso do EBIT o único jeito é pegar manualmente, né?

      Mais uma pergunta: como eu devo decidir se devo usar FCL Capex, LPA ou EBIT na planilha do DCF?

      Abraço!

      Excluir
  6. Respostas
    1. É verdade AA40,

      Eu utilizo este método para encontrar um "preço justo" por algum ativo que está na minha carteira. Pricipalmente, para comprar com uma certa margem de segurança.

      Obrigado pela visita, grande abraço.

      Excluir