10 de agosto de 2017

Por que investir em ETFs da Vanguard?

"Não se limite a investir no mundo financeiro. Invista algo em si mesmo 
e você será ricamente recompensado..." 
(Charles Schwab)

Olá prezados leitores, tudo bem? Hoje abordaremos alguns os motivos que me levaram a investir em ETFs da Vanguard. Antes de iniciarmos vamos ler o que Warren Buffett, o maior investidor do todos os tempos, respondeu sobre a seguinte pergunta: Como investir para a aposentadoria? Buffett respondeu
Entre as várias opções de investimentos que lhe forem oferecidas, se você investir em um fundo de índice de baixo custo (onde você não coloca todo o seu dinheiro de um vez, mas durante um período acima de 10 anos), você terá um resultado melhor do que 90% das pessoas que começaram a investir ao mesmo tempo.

Sendo mais específico, Qual é o fundo de índice favorito de Buffett?
Apenas escolha um índice amplo como o S&P500. Não coloque todo o seu dinheiro de uma vez; faça isso durante um longo período de tempo. Eu recomendo os livros do John Bogle, todos os investidores devem lê-los. Estes livros possuem tudo o que você precisa saber.
Vanguard. Confiável, baixo custo. Se vocẽ não é um profissional, então você é um amador. Esqueça isso e volte ao trabalho!
OK, Aportador eu entendi, mas somente essa empresa possui ETFs que valem a pena?
Por que investir em ETFs da Vanguard?
Para responder esta pergunta, irei me basear nos critérios da postagem What if Vanguard gets Nuked? do blog JL Collins:

1) O que torna Vanguard tão especial?

Basicamente, os interesses dos cotistas dos fundos e dos proprietários da Vanguard estão alinhados, ou seja, os cotistas são os pŕoprios proprietários dos ETFs da Vanguard. Em relação aos outros fundos disponíveis no mercado, há geralmente duas opções: gestora de fundos de propriedade privada (Fidelity Investments por exemplo) e empresas de capital aberto que atendem os interesses de seus acionistas (T. Rowe Price por exemplo).

Atender os interesses dos seus acionistas significa gerar receitas para pagar as despesas, buscando lucros para os proprietários da gestora do fundo. Esta receita vem das taxas de administração cobrada dos cotistas de cada fundo individualmente. O que isto significa na prática? A média das taxas de administração dos fundos da Vanguard é 80% menor do que a média da indústria. No longo prazo esta diferença é enorme, portanto esta é a razão pela qual a Vanguard alinha performance com baixo custo.

2) Por que você está tão confortável em ter todos os seus ativos em somente uma empresa?

Porque meus ativos não estão investidos na Vanguard. Eles estão investidos nos ETFS que por sua vez estão investidos em Stocks, Bonds e Reits, ou seja, os investimentos estão separados da companhia Vanguard. Sobre este tópicos é importante você saber:
  • Você não está investindo na Vanguard e sim nos ETFs gerenciados pela empresa.
  • Cada fundo é mantido como entidades separadas. Os ativos de cada fundo são separados da Vanguard, que possui seu próprio seguro contra fraudes, cada um com com seus conselho de diretores responsáveis para o correto andamento do fundo.
  • Ninguém tem acesso ao seu dinheiro e portanto ninguém pode "sumir" com ele.
  • Vanguard é regulada pela SEC (a CVM americana)

3) E se o Vanguard sofrer um ataque nuclear?

Se acontecer um ataque nuclear e acabar com toda vida na terra, seus investimentos não irão ser úteis se tudo for destruído. Esta hipótese é altamente improvável de acontecer, ou seja, nem se preocupe com isso.
A sede da Vanguard fica em Malvern, Pennsylvania. E se acontecer um ataque terrorista?  Furacão? Pandemia? Falta de Energia? Toda companhia está ciente deste perigos e para isso desenvolve um Plano de Recuperação de Desastres. Vanguard já possui alguns requisitos importantes: a companhia está espalhada em várias localidades onde seus dados estão em sistemas redundantes. Você pode acessar o seu Business Recovery Plan aqui.

4) Eu tou ganhando alguma coisa da Vanguard para fazer propaganda?

Aportador recebendo propina da Vanguard
Não! Eu não estou ganhando nada para divulgar as vantagens dos ETFs da Vanguard, mas estou aberto a propostas!!!

Conclusão

Esta postagem tem por objetivo mostrar que há uma estratégia simples para investimentos no exterior através de ETFs da Vanguard. Além disso, eu sempre utilizo o estudo Predicting Stock Market Returns Using the Shiller-CAPE que é atualizado trimestralmente para decidir qual ETF possui o valuation mais atrativo. 
E as desvantagens dos ETFs? E os principais riscos? Se é tão bom por que todo mundo não compra fundo de índice? E o Imposto de Renda nos dividendos? Estas respostas e outros assuntos serão abordadas na próxima postagem.

Grande abraço, até a próxima.




6 comentários:

  1. o ETF que acompanha o S&P 500 da Vanguard que o Warren Buffet falou é uma excelente maneira de diversificar o risco entre os países (Brasil e Estados Unidos(ate mundo que as empresas Americanas, empresas mundiais)).

    Apenas acho que o preço esta um pouco esticado, então na minha opinião é bom entrar aos poucos e caso o preço comece a cair fazer aportes para baixar o preço médio, no longo prazo mais de 15 anos, é um excelente investimento sem duvida.

    Abraço e bons investimentos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLá DIL, obrigado pela visita.

      Concordo plenamente com você, eu acredito que diversificar no exterior é uma ótima maneira de equilibrar o risco da sua carteira. Meu horizonte de investimentos é de pelo menos mais 20 anos. Além disso, estou torcendo para que os preços dos ativos retornem a média e para que isso aconteça é necessário que haja uma nova "crise".

      Precisamos ter estratégias simples, gerenciando risco a nosso favor, evoluindo o nosso conhecimento tal como os juros compostos da nossa carteira.

      Grande abraço.

      Excluir
  2. Fala Aportador!

    Você estudou bem a Vanguard. Tem detalhes importantes no seu post. Especificamente falando sobre as taxas de administração - que me parece ser o grande diferencial para os ETFs - verifico que a BlackRock tá jogando pesado com a Vanguard.

    Visualizo ETFs como commodities, visto que elas seguem índices passivamente. Portanto, o grande diferencial - como em qualquer commoditie - é deixar menos dinheiro possível na mesa, ou seja, com as taxas de administração.

    Estou deixando de levar em consideração algum ponto nesta análise?

    Parabéns pelo post! Abs amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Termos Reais,

      Em livre mercado é importante que a concorrência ofereça produtos competitivos para que o cliente sai ganhando. Desta forma, a BlackRock busca jogar pesado com a Vanguard.
      Eu vejo ETF como um instrumento de simplificação de investimentos para um Investidor amador e quanto mais baixa forem as taxas de administração melhores serão os resultados.
      O ponto que você deixou de levar em consideração será abordado na próxima postagem: A Liquidez. Será que em uma crise de liquidez esses fundos conseguem resgatar os bilhões de dólares em tempo hábil?

      Aguarde a próxima postagem. Grande Abraço

      Excluir
  3. Grande Aportador,

    Eu estou justamente dando uma analisada em vários ETF e em breve vou fazer um post abordando o assunto com mais extensão.

    Ainda não tenho da Vanguard, apenas da iShares mas já percebi que os que tenho estão indo melhores do que as ações que comprei individualmente.

    Eu tenho os domiciliados na Irlanda pra não pagar imposto sobre ganhos de capital. Esses da Vanguard são nos EUA? No fim tem que pagar imposto, confere? Eles não entram na conta dos 35k.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande BPM,

      Os ETFs da iShares tem uma característica igual aos ETFs no Brasil: Não pagam dividendos, ou seja, você não paga imposto sobre os dividendos justamente porque você acumula os dividendos no próprio ETF.

      Eu não sei ao certo se nos ETFs domiciliados na Irlanda estão fora dos 35k, pelo que eu sei o acordo de bitributacao com o Brasil é de 15% em vez de 30% dos EUA no recebimento sobre dividendos. Mas ao declarar seu IR no Brasil você teria que pagar a diferença dos 27,5% de alíquota, ou seja, 7,5%.
      Pelo que eu sei, resumindo:
      Ganho de Capital: Isenção até 35k Reais no mês independente onde estiver domiciliado.
      Sobre Dividendos: 30% na fonte se for domiciliado nos EUA. 15% na fonte se for domiciliado na Irlanda, mas deve pagar a diferença pra alíquota do seu imposto de renda no Brasil (27,5% no meu caso).

      Você poderia falar sobre isso com mais detalhes BPM, grande abraço

      Excluir