11 de março de 2019

Minha Trajetória: Do Zero ao Milhão

"The journey of a thousand miles begins with one step." 
(Lao Tzu)


Olá meus amigos da blogosfera financeira, tudo tranquilo? Como sabemos todos os anos é necessário fazer a declaração de Imposto de Renda, preenchendo a aba "Bens e Direitos". Eu sempre fiz a minha declaração de imposto de renda sozinho e  sempre é uma tarefa enfadonha e complicada de se fazer. A unica vantagem é que eu posso analisar desde o início da minha vida laboral a evolução dos bens pelo custo de aquisição.

Do Zero ao Milhão segundo a Receita Federal
Na aba "Bens e Direito", basicamente eu declarei cinco tipos de ativos (Imóvel Próprio, Imóvel Próprio, Automóvel, Ativos Financeiros e Acumulado PGBL) desde 2006. Vamos analisar a evolução a cada ano conforme a figura abaixo:
Bens/Direito com PGBL
Uma breve explicação sobre cada tipo de ativo:
  • Acumulado PGBL - o valor acumulado consiste nos aportes somados desde 2007 e não representa o valor do saldo em PGBL. Somente a partir de 2015, comecei a registrar o saldo da aplicação, por exemplo: em 2015 o valor aportado foi cerca R$ 60 mil enquanto que o saldo era cerca R$ 89 mil.
  • Ativos Financeiros - saldo em conta corrente, aplicações em renda fixa, ações e fundos imobiliários pelo custo de aquisição.
  • Automóvel - valor do automóvel no dia 31 de dezembro de cada ano, ou seja, 90% do valor da Tabela FIPE.
  • Imóvel Herança - valor lançado em 2018 pelo custo de aquisição para não pagar imposto sobre ganho de capital, explicado aqui.
  • Imóvel Próprio - valor referente ao custo de aquisição do imóvel próprio adquirido em 2010.

Quando eu olho para este gráfico eu percebo o quanto a mentalidade do indivíduo muda ao longo do tempo, pois quando eu comecei a trabalhar eu não pensava em poupar nada e gastava como se nunca houvesse amanhã.

Nos dois primeiros anos (2006/2007) eu não tinha carro próprio pois dirigia carro dos meus pais e também não tinha casa própria. O único investimento que eu fiz na época era um PGBL da BrasilPrev que cobrava 3% de taxa de administração (sim, eu não sabia nada sobre investimentos).

Como eu relatei na postagem Como iniciei como Trader na Bolsa de Valores, eu entrei na bolsa em 2008  e saí em 2010 quando tive um prejuízo de 8,3 mil reais com as operações day-trade e swing-trade. No mesmo ano, resolvi praticamente zerar os ativos financeiros e comprar o apartamento que moro atualmente.

Durante todo este tempo eu continuei aportando no PGBL (fiz portabilidade para fundos melhores), cujo saldo não é declarado na aba "Bens/Direitos". De 2010 até 2014, continuei pagando o apartamento para pagar menos juros no financiamento e comprando títulos do Tesouro Direto. Lembro que comecei a financiar em 2012 quando a taxa Selic esta 7,5% ao ano.

Posso considerar que em 2015 foi o ano da virada, embora continuei fazendo muita besteira do ponto de vista financeiro. Por exemplo: como eu tive um aumento de renda, fiz o que a maioria dos brasileiros fazem: troquei de carro no início do ano. Na época o valor do carro era um grande percentual do patrimônio total.

Entretanto no mesmo ano (2015), a partir do meio do ano eu comecei a utilizar o aplicativo GuiaBolso e pela primeira vez eu tive um orçamento organizado. Além disso, comecei a comprar títulos do Tesouro Direto que na época pagavam cerca de 7~8% de cupons no Tesouro IPCA+ e 15% no Tesouro Prefixado. 

Outro ponto fundamental para a mudança da minha mentalidade como investidor, foi que em 2015 eu conhecei a blogosfera financeira, primeiramente com o blog do Viver de Renda, posteriormente o ranking de patrimônio do Pobretão. Depois conheci a planilha de cotas do Além da Poupança, a possibilidade de investir no exterior com o Viver de Dividendos e o Frugal Simples.

Podemos observar que depois de 2015 houve um crescimento exponencial fruto desta mudança de mentalidade. Além disso, em 2018 houve um incremento na carteira de imóveis devido ao adiantamento da herança do meu pai, sendo que este representou apenas 15% do total do patrimônio.
 
Como devemos declarar no Imposto de Renda pelo custo de aquisição, qual seria o valor dos bens pelo valor de mercado em 31/12/2018? Utilizando uma estimativa bem conservadora, o valor de mercado de todos os bens somados seria cerca de R$ 2 milhões.

A lição que eu quero deixar aqui é que apesar de ter começado a investir mensalmente com regularidade em desde 2015, com 34 anos, os resultados começaram a aparecer agora. Antes disso, eu gastava quase tudo que eu ganhava e tinha a ilusão que a aposentadoria do governo iria ser 100% segura.

Portanto, se você acha que é tarde para começar a investir, lembre-se que o melhor momento para iniciar é agora independente da sua idade. Atualmente eu continuo estudando, aprendendo sempre, lendo livros de forma que o meu conhecimento evolua com o tempo.

Grande Abraço meus amigos, até a próxima.

23 comentários:

  1. huff! quem sabe um dia chego no primeiro milhão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lord Macalé,

      O importante é dar o primeiro passo. Cada meta conquistada já é uma vitória.

      Obrigado pela visita. Grande Abraço.

      Excluir
  2. Olá AF,

    Gostei da sua trajetória. Fez algumas besteiras, mas conseguiu sair da manada. Agora rumo aos 3M.
    Parece que esse carro é bem caro.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto é verdade Cowboy,

      Eu poderia ter continuado na manada gastando acima das minhas posses, sem me preocupar com os altos e baixos da vida. Acho difícil chegar aos 3M, mas eu continuo seguindo o meu planejamento.

      Grande Abraço.

      Excluir
  3. Mas que bobagem... Vc pode até ter mudado de mentalidade, mas o aumento de patrimônio relevante nessa progressão aí foi o presentinho de papai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo, pode ser bobagem mesmo mas e daí?

      Os imóveis recebidos pela herança devem ser lançados pelo custo de aquisição para não pagar Imposto de Renda sobre ganho de capital. Os valores lançados (161 mil e 65 mil) correspondem a menos de 20% do total do patrimônio.

      Em pouco mais um ano de aportes, o patrimônio cresce acima deste percentual (20%). Embora eu seja o proprietário dos imóveis, ainda não recebo nada de renda passiva gerada por eles (cerca de R$ 5 mil).

      Ainda bem que eu fui privilegiado em receber estes imóveis, mas a mudança mentalidade é mais importante do que o valor do patrimônio em si.

      Obrigado pela visita, grande abraço.

      Excluir
    2. Não importa como .. sempre aparece alguém pra poder tentar desmerecer o trabalho e disciplina de quem está obstinado a seguir seus planos.

      Meus parabéns!! Continue assim!!

      Abraços,

      Intendente Frugal

      Excluir
  4. "Mudança de mentalidade" é a grande bobagem. Não é importante, é auto-ajuda de quinta, é besteira, conversa pra boi dormir, não serve pra nada senão fazer os outros de otários. Vc tem patrimônio relevante porque é herdeiro. Simples assim. Tendo "mentalidade" (sic) de vencedor ou de um pangaré, a diferença patrimonial real seria irrelevante. Não engane as pessoas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mato a pau! kkkkk

      Excluir
    2. Olá Anonimo, fiz uma atualização na imagem para você entender o meu ponto de vista.

      Desde 2006 eu sempre ganhei muito bem, em média 27 Sálarios Minimos por mês com um CAGR (Compound Annual Growth Rate) de 11,40% ao ano desde 2006 e atualmente estou no teto do funcionalismo público. Por questões de privacidade e anonimato, não posso revelar como é calculada a minha remuneração e quantos salários por ano eu recebo.
      Ao conviver com outras pessoas na mesma situação é normal viver em uma "bolha", pois este acreditam que o governo sempre irá prover tudo com segurança e estabilidade. Por isso eu falei em mudança de "mentalidade" desde 2015, onde acabei me afastando dessa "manada".

      Desde 2006 eu nunca precisei de nada dos meus pais e fico muito feliz em receber o fruto do trabalho da minha família. Os imóveis recebidos representam hoje menos de 15% do patrimônio. Então nos valores acima mencionados, 85% foi com recursos própios e 15% foi oriundo de herança. Sendo que ao contrário de como o VDC fazia, eu não contabilizo os imóveis nos fechamentos mensais do blog.

      Acho que você já sabe que alcançar bons resultados é necessário: 1) Aumentar a sua renda; 2) Gastar menos do que ganha; 3) Investir bem e deixar o tempo fazer o seu trabalho.

      Pra Finalizar, se eu tivesse estaa mentalidade no ínício da minha caminhada, eu deveria ter um patrimônio no mínimo 3 vezes maior. Por isso, um dos principais objetivos deste blog é fazer que outras pessoas não cometam os mesmos erros que eu cometi no passado.

      Fique à vontade de sempre comentar, grande abraço.

      Excluir
  5. Muito legal!

    Esses dias, por acaso olhei a declaração de renda de uns anos atrás e teve um momento em que meu patrimônio de um ano para o outro DIMINUIU! E eu já tinha condição de acumular patrimônio, apenas não o fazia. Quando a gente ganha consciência tudo muda.

    Abraço e sucesso!

    ICV.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá IVC,

      Apesar do trabalho de preencher a declaração do IR é interessante você pensar como uma foto do fechamento anual e como você lidou com seu patrimonio no ano.

      Abraço e sucesso pra você.

      Excluir
  6. Parabens pela estrada aportador!
    Vc é mais um exemplo do tipo devagar e sempre, aporte por aporte, mês a mês, a coisa vai se desenhando, basta qualquer um chegar aqui e ir rolando pros posts antigos para perceber, assim como foi com o VR e como foi comigo, devagar e sempre seguiremos.

    A propósito, a melhor forma agora é remessaonline para envios ao exterior.
    O BB está taxando em 2% as remessas para o BB Americas, o que tornou totalmente inviável a manutenção da conta naquele banco.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Frugal,

      A sua trajetória também é muito inspiradora, e quando aportar se torna uma rotina, o resultado aparece com o tempo. Um blog que possui uma track record muito interessando é o do Investidor Idiota (http://oinvestidoridiota.blogspot.com) que investe regularmente desde 2010. Ele saiu de um patrimônio de R$ 172k em Nov/2010 para R$ 1,6M em Fev/2019 e segue aportando.

      E parabéns pelo prêmio do seu blog, você merece. Grande Abraço

      Excluir
    2. Fechei minha conta no BB Américas. Primeiro foi o aumento da taxa da conta que passou para $25 se não me engano, depois o início da cobrança para as remessas de correntistas. Dessa forma não ficou mais viável enviar recurso pelo BB.
      No entanto, o fechamento da conta foi sem burocracia, direto pelo telefone, só pedem para zerar a conta, em dois minutos já foi realizado o pedido e encerrada.

      Excluir
    3. Que Bacana Investidor Macro,

      Eu sempre usei a Remessa Online, ainda bem que não abri a conta BB Americas.

      Abraço

      Excluir
  7. Respostas
    1. É verdade Vagabundo,

      Não está tão perto quanto a sua, mas eu sigo em frente. Eu já estive mais longe nesta caminhada.

      GRande Abraço

      Excluir
  8. Verdade, para os que ainda não investem, o melhor momento para começar é agora. Pois assim, ficam com mais anos pela frente para os juros compostos ganharem força.

    Outro ponto importante, é que os resultados demoram alguns anos a aparecer é preciso ter paciência.

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Verdade DIL,

      Paciência e Disciplina são fundamentais, ainda mais com a cultura imediatista do Brasileiro.

      Grande Abraço

      Excluir
  9. O fato é que ter herança facilita muita coisa na vida...Eu não tenho nem uma caixa de fósforo para herdar.

    Aqui todo mundo, mesmo pobre, tem uma casa ou um terreno.

    futuramenterico.blogspot.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Verdade Futuramente Rico, toda ajuda é bemvinda.

      á adicionei no blogroll

      Abraço.

      Excluir